Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

o largo.

onde tudo acontece...

onde tudo se ouve...
emissões experimentais

sobre | spotify

19.09.19

Vila Real com D-Lay, "Meu Mano"!

Primeiro videoclipe do jovem músico transmontano faz parte do EP "O Amanhã não Espera"


helena margarida

Direitos Reservados

Em Trás-os-Montes "O Amanhã não Espera" e é do "coração" do Reino Maravilhoso de Torga que sai o beat de Diogo Seixas. Um jovem rapper, natural de Vila Real, com o nome artístico D-Lay, que hoje, 19 de setembro, sem atrasos no tempo, apresenta o videoclipe de "Meu Mano", pleaneado de modo a que o resultado final "tivesse tudo aquilo que me identifica, em primeiro a minha terra - Vila Real - com as suas magníficas paisagens, em segundo, a escolha de personagens do curso de Teatro e Artes Performativas da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), instituição na qual me formei e me tornou naquilo que sou", explica o artista.

D-Lay diz ter orgulho em cada cena gravada, em cada fecho de etapa, "mas acima de tudo na minha marca, no meu estilo e no meu EU cada vez mais presente na cultura Hip-Hop.”

Licenciado e Mestre em Comunicação e Multimédia pela UTAD, convidou para personagens do seu videoclip estudantes de Teatro e Artes Performativas da UTAD. Realizou todas as filmagens em Vila Real, local onde nasceu, cresceu e viveu, uma vida recheada de constantes aprendizagens, marcadas por grandes momentos, "pois nem sempre foi tão fácil conjugar os sons e formar os beats, agarrar em cada rima e tornar dela um verso, uma música, de ver qual o mecanismo que coloco em cada composição".

Para tal, foi-se aperfeiçoando e lançou um EP: “O Amanhã Não Espera”, no passado dia 25 de abril, "do qual mostro uma retrospetiva da minha vida, faço uma aproximação ao tempo de criança/adolescência com momentos que me marcaram, e tornei algo possível,contando com a presença de alguns Rappers, como por exemplo o Fuse dos Dealema, Dizzy dos Som mudo, Kadypslon, entre outros".

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
publicidade