Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

o largo.

onde tudo acontece...

04.08.18

TV Fátima deixou de emitir


Bruno Fernandes

Divulgação

 

O projeto TV Fátima deixou de emitir no passado dia 25 de julho em todas as operadoras onde o canal estava disponível (MEO NOS). 

A informação é avançada pelos próprias operadoras que indicam que o canal terminou as emissões. No entanto, o site da estação mantém-se online com acesso direto às webcams instaladas quer no santuário (Capelinha das Aparições), quer na paróquia de Fátima, apesar do site e do Facebook não serem atualizados desde dezembro. 

Nos últimos tempos, o canal apostou bastante em reposições e em programas como "Conversas em Religião", produzido pela Universidade Lusófona em 2015.

O TV Fátima arrancou a 12 de maio de 2017, aquando a vinda do Papa Francisco a Portugal, representando, segundo o jornal Diário de Leiria, um investimento de meio milhão de euros. O canal mantinha a sede em Fátima e uma delegação regional no Porto.

Intitulando-se como "o grande canal generalista católico em Portugal", o canal manteve-se até ao seu fim na posição 184 em ambos os operadores e em todas as plataformas (ADSL, fibra, satélite e apps de televisão). Não tendo publicidade, o projeto era financiado por outras atividades que a Sinal Principal, a empresa proprietária do canal, executava como a colocação de velas ou entrega de flores. 

A Sinal Principal tinha sido adquirida, em 2016, por dois empresários do Porto, Pedro Pinto (sócio da Livraria Lello, no Porto) e Paulo Cunha. Em 2017, a empresa entra com um pedido de licenciamento na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) para começar a emitir no cabo. Segundo se pode ler na deliberação da entidade, estavam afetas ao canal 19 pessoas. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
publicidade