Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

o largo.

onde tudo acontece...

24.07.18

Porto Canal: Sindicato dos Jornalistas reúne-se com diretores


Bruno Micael Fernandes

Twitter @FCPorto

 

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) reuniu-se na passada sexta-feira com os responsáveis do Porto Canal devido à reestruturação da estação controlada pelo FC Porto. Segundo um comunicado publicado no site oficial, o SJ diz que a reunião aconteceu a seu pedido. 

Manuel Tavares, diretor geral da FC Porto Media (proprietária da estação), e Júlio Magalhães, diretor de programação, confirmaram ao SJ, segundo o mesmo comunicado, que "foi feita e concluída uma reestruturação interna dos negócios de comunicação da FC Porto Media, nos quais se integra o Porto Canal".

Tavares referiu ao SJ que "o objetivo foi reduzir custos e, para isso, foi decidido separar o Porto Canal da estrutura global, em termos de orçamentos, recursos humanos e conteúdos". 

Com esta separação, os conteúdos desportivos ligados ao FC Porto serão produzidos pelo canal FC Porto TV, enquanto os generalistas são assegurados pelo Porto Canal. Tal como avançado anteriormente, os orçamentos e gestão de ambas as estações serão também separados, sendo a FC Porto passa a ter um orçamento de dois milhões de euros e o Porto Canal um orçamento de três milhões, verba que vem dos direitos de distribuição do Porto Canal por parte da Altice. 

Júlio Magalhães referiu ao SJ que o Porto Canal tem 22 jornalistas nos quadros da empresa e garantiu que "a continuidade do canal está assegurada, que a reestruturação está concluída e que não serão feitas mais reduções de pessoal". 

Afinal, dez dispensados passam para a FC Porto TV

A reestruturação levou à dispensa de vinte pessoas. O comunicado do SJ refere que a "redução do número de profissionais" acontece nas áreas de informação, produção e grafismo, para além do já anunciado encerramento das quatro delegações "por alegada falta de retorno publicitário". 

Quando questionado pelo SJ sobre a situação da dispensa dos profissionais, Manuel Tavares informa que, dos vinte dispensados, dez trabalhavam em conteúdos da atualidade desportivo do FC Porto e que transitam para a estrutura da FC Porto TV e com contratos efetivos. Os restantes dez não viram os seus contratos renovados ou viram cessada a prestação de serviços, ou seja, trabalhavam a recibos verdes. 

Não há esvaziamento de espaços informativos: é das férias! 

Tal como avançado pelo Largo na semana passada, vários espaços informativos estão suspensos. Os jornais ao fim-de-semana, o "Último Jornal", o "Jornal de Desporto", o magazine "Mundo Local" e, ainda, o "Jornal das 13" (último a ser suspenso), saíram da grelha no início do mês de julho, mantendo-se apenas o "Jornal Diário" apenas de segunda a sexta. No entanto, e ao contrário do que Ana Guedes Rodrigues referiu num email interno, citado pela edição online do Correio da Manhã, não há nenhuma suspensão devido à reestruturação em curso.

Ao SJ, Júlio Magalhães confirmou a redução do número de espaços informativos, justificando-a "com o período de férias, em que a redação dispõe de menos jornalistas". A redução dos espaços só foi maior este ano "porque coincidiu com a reestruturação interna, que levou à dispensa de pessoas". 

Recorde-se que, no início do mês, o Largo avançou que o Porto Canal planeava fechar várias delegações e que vários jornalistas já tinham sido mesmo dispensados. A confirmação veio alguns dias depois com Júlio Magalhães a confirmar o encerramento de quatro delegações

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
publicidade
Banner billboard Saldos 2019