Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

o largo.

onde tudo acontece...

13.03.19

Morreu o ator Armando Caldas


Bruno Micael Fernandes

Associação AbrilAbril/Direitos reservados

O ator e encenador Armando Caldas morreu esta quarta-feira, avança a Agência Lusa, citada por vários órgãos de comunicação social. A informação da morte foi divulgada pela Direção da Organização Regional de Lisboa do PCP. 

Nascido em Elvas em 1935, estreou-se nos palcos em 1958 com a peça "O Mentiroso" e, em 1961, fundou com Armando Cortez, Carmen Dolores, Fernando Gusmão e Rogério Paulo o Teatro Moderno de Lisboa. Em 1969, funda também o Primeiro Acto - Clube de Teatro de Algés. Até 2016, esteve ligado à companhia O Intervalo que também ajuda a fundar. 

Em televisão, esteve esteve ligado essencialmente ao teatro televisivo com peças como "Nocturno de Chopin" ou "A Fronteira", tendo também participado no série "A Dama das Camélias", realizado por Nuno Fradique. Em 1989, entrou na série histórica "Pedro, o Cruel". 

A sua ligação ao PCP surge em 1956, mantendo-se ligado ao partido até à atualidade. Em comunicado, o partido destacou o facto de Armando Caldas ter defendido e levado "à prática um teatro político e socialmente interventivo. Desempenhou também funções nos órgãos sociais do Sindicato dos Trabalhadores do Espetáculo.   

O corpo de Armando Caldas está em câmara ardente no Mosteiro dos Jerónimos. O funeral realiza-se esta quinta-feira, às 15h45, partindo em direção do cemitério de Barcarena, Oeiras. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
publicidade