Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

o largo.

onde tudo acontece...

24.10.17

Festa da Cabra e do Canhoto de Cidões cumpre tradição ancestral


helena margarida

Divulgação

Druídas e bruxas associam-se às deusas celtas e aos rapazes da aldeia para “queimar” e esconjurar o Diabo, e comer da cabra Matchorra cozinhada em potes na grande fogueira porque, e diz o povo de Cidões: “Quem da cabra comer e ao canhoto se aquecer um ano de sorte vai ter”.

No Nordeste Transmontano as tradições cumprem-se e em Cidões, no concelho de Vinhais, é a Festa da Cabra e do Canhoto que marca o fim do verão e o início do inverno.

A noite promete muita animação com rituais celtas à mistura à qual se vai associar no dia 28 de outubro, a convite da Associação Raízes da Aldeia de Cidões, a Companhia de Teatro Filandorra.

Esta festa de cariz popular atrai anualmente milhares de pessoas que se “juntam” aos 17 habitantes da aldeia para, em volta de uma grande fogueira, se despedirem da estação Clara, ou seja do Verão e do bom tempo, e se prepararem para a estação Escura, o início do Inverno e do mau tempo.

Este ano a Festa vai realizar-se pelas ruas da aldeia com o Cortejo Celta e o espetáculo do pôr-do-sol e ascensão da Lua a dar início às hostilidades com o espetáculo do acender da fogueira que este ano, envolverá música, deusas e bailarinos celtas.

Não faltará a gastronomia transmontana, feita no Pote. Com Feijoada de javali, Sopa à transmontana, Fêveras, Alheiras, linguiças, acompanhadas com as bebidas espirituosas da aldeia - Vinho, Ulhaque, Jeropiga e a queimada Celta a comporem a ementa. Não faltará também o Café do Pote com BRASA.

Garantida está também a atuação de grupos de gaiteiros de Zido, música com o grupo AndaCamino e animação com o grupo Animamus de Santa Maria da feira. De hora a hora haverá um espetáculo da queimada Celta realizado por um Druida acompanhado pelas Deusas, com muita luz, cor e sons, danças Celtas!

Às 23h chegará o grande momento que é a queima do Bode construído no Agrupamento de Escolas de Vinhais. O Bode gigante representa o Demónio e vai chegar de carro de bois, puxado pelas bailarinas e bailarinos Celtas para cair em cima da fogueira num espetáculo de sons, luzes e fogo-de-artifício que não deixará ninguém indiferente. Logo a seguir chegará o Diabo em cima do tradicional carro de bois com as tarraxas bem apertadas a chiar bem alto e durante o seu percurso irá acender 13 estrelas flamejantes. Durante o resto da noite haverá ainda a atuação dos gaiteiros convidados e música Celta.

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
publicidade
wook é uma oferta?