Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

o largo.

porque tudo acontece...

a tocar agora:

vídeo

08.10.19

Afonso Reis Cabral vence Prémio José Saramago


por Redação o largo.

Fundação José Saramago/Elisa T. Russo/Direitos reservados


este livro está disponível na WOOK - www.wook.pt


O escritor Afonso Reis Cabral venceu a 11.ª edição do Prémio José Saramago. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira na Casa dos Bicos, sede da Fundação José Saramago, em Lisboa. 


A distinção, atribuída de dois em dois anos, surge pelo livro "Pão de Açúcar" (D.Quixote, 2018), um romance baseado no caso real de Gisberta Salce Júnior, a sem-abrigo transexual assassinada em 2006 por um grupo de catorze rapazes no Porto. 


A poeta e historiadora angolana Ana Paula Tavares elogia o livro, considerando que o escritor "recupera as vozes e traça a vida verdadeira de todos os implicados. O autor mergulha na opacidade dos diferentes mundos da cidade velados pelo silêncio e pelo estranhamento e trabalha novos conceitos de vida, da morte e do amor tal como as leis da violência os alargam e tornam percetíveis", refere. Por seu turno o escritor António Mega Ferreira considera que "originalidade da narrativa" reside na adoção do "ponto de vista dos miúdos administrando a construção de um sentimento grupal de medo e ódio (as fronteiras entre um e outro são ténues) que descarrega no seu elo mais fraco a raiva de uma frustração longamente contida", transformando o livro numa "espécie de romance de (de)formação, um texto que relata a formação de um grupo que se reúne num assassinato, na passagem da infância para a adolescência". 


Além de Tavares e Mega Ferreira, do júri, fizeram parte a escritora e académica brasileira Nelida Piñon, a presidente da Fundação José Saramago Pilar Del Río e a diretora editorial do Círculo de Leitores Guilhermina Gomes, que também desempenhou o cargo de presidente do júri. 


O Prémio, criado pela Fundação Círculo de Leitores em 1999 e entregue de dois em dois anos, distingue a melhor obra de ficção (romance ou novela) em língua portuguesa, editado em qualquer país lusófono, e escrita por um autor com idade até 35 anos. 

publicidade

encontrou um erro? proponha uma correção ou, simplesmente, fale connosco:
webmaster@olargo.pt
estamos no facebook, no twitter e no instagram.
escute a emissão d'torna-se nosso patrono.