Ministério da Administração Interna russo coloca cantora ucraniana Jamala na lista dos mais procurados

Artista de origem tártara da Crimeia venceu a Eurovisão em 2016.
Sarah Louise Bennett/EBU
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 7 meses, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado.

Este artigo é uma tradução para português de Portugal de dois artigos, um em russo e outro em inglês, da Radio Free Europe/Radio Liberty (RFE/RL).


O Ministério da Administração Interna da Rússia colocou Jamala (Susanaa Jamaladinova), cantora ucraniana nascida na Crimeia, na lista dos mais procurados, noticia o site Mediazona.

Segundo a publicação, a cantora tártara crimeana foi colocada na lista em meados de outurbo de 2023 acusada de divulgar “mentiras” sobre o exército russo envolvido na invasão em curso à Ucrânia por parte de Moscovo.

No início deste mês, um tribunal russo emitiu um mandado para a prisão de Jamala, diz o site.

Em 2016, Jamala venceu o Festival Eurovisão da Canção com uma balada que descrevia a deportação brutal dos tártaros crimeanos para a Ásia Central por parte dos Soviéticos em 1944.

Copyright (c)2024 RFE/RL, Inc. Used with the permission of Radio Free Europe/Radio Liberty, 1201 Connecticut Ave NW, Ste 400, Washington DC 20036.

Total
0
Partilhas
Artigo anterior

As Canções Da Sara

Artigo seguinte

Eurovisão Júnior: Já se sabe em que lugar atua Portugal

Há muito mais para ler...