Júlio Resende lança “Filhos da Revolução”

Novo álbum é “uma celebração da liberdade nunca garantida e aos 50 anos da nossa Revolução dos Cravos e fim das guerras coloniais”
Sony Music Entertainment Portugal
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 9 meses, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado.

O novo disco de Júlio Resende já está disponível: “Fado Jazz – Filhos da Revolução” foi lançado esta sexta-feira.

Segundo a Sony Music Portugal, este é o décimo álbum do pianista e compositor português, numa “celebração da Liberdade, dos 50 anos do 25 de abril e da relação de Portugal com África”. Júlio Resende acrescenta que “a inspiração para este novo disco não foi só a história da minha família, como também este acontecimento único no mundo: uma revolução que não se fez usar da violência extrema para atingir a paz”.

Para o músico, o álbum é “uma ode à paz, ao livre pensamento, à aniquilação da Censura, uma celebração da liberdade nunca garantida e aos 50 anos da nossa Revolução dos Cravos e fim das guerras coloniais”. África é, aliás, uma constante ao longo dos doze temas que constituem o disco: “a música africana acompanha-me muito e isso faz-se sentir ao longo do disco – umas mais que outras, mas a essência está lá”, afirma.

“Fado Jazz – Filhos da Revolução” está disponível nas principais plataformas digitais.

Total
0
Partilhas
Artigo anterior

"Anónimo" estreia nos canais TVCine

Artigo seguinte

O último conflito de Israel com o Hamas: uma perspetiva geopolítica

Há muito mais para ler...