Braga: BLCS dedica eventos a Júlio Fragata

Atividades são de entrada livre.
José Gonçalves/Wikimedia Commons (CC BY-SA 3.0 DEED)
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 8 meses, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado.

Foi padre, docente universitário e pensador, tendo sido uma das figuras do ensino superior em Portugal. Agora, Júlio Fragata é uma das figuras a que a Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva (BLCS) dedica um espaço no ciclo “Conhecer Braga, através das suas instituições, dos ilustres bracarenses e do seu património”, com dois eventos a decorrer no mês de outubro.

Um dos eventos é uma exposição sobre o sacerdote. A mostra é descrita pela Biblioteca como uma sendo “exposição bibliográfica” e estará patente até 31 de outubro no corredor central do rés-do-chão. A entrada é livre.

O outro evento é a “Conferência de Homenagem”. De entrada livre, a ação terá como oradores José Gama, da Faculdade de Filosofia de Braga (FFB) da Universidade Católica Portuguesa; Maria da Conceição Azevedo, da Escola de Ciências Humanas e Sociais da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; e da investigadora Maria Fonseca Fragata. A conferência está marcada para o dia 26 de outubro, a partir das 18h.

Júlio Fragata nasceu em Seixo de Ansiães, em Carrazeda de Ansiães, em 1920. Após ter sido ordenado padre, a partir de 1954, começou a lecionar História da Filosofia Moderna e Contemporânea na FFB, tendo também passado pela Universidade do Porto. Foi também um dos principais impulsionadores da secção de Viseu da Universidade Católica e na extensão do Funchal, tendo sido diretor em ambas. Escreveu diversos livros e foi diretor da Revista Portuguesa de Filosofia e de 65 vocábulos da “Enciclopédia VERBO da Cultura”. Morreu em 1985, vítima de cancro.

Total
0
Partilhas
Artigo anterior

Airplay40 Chart (22/10/2023)

Artigo seguinte

Odivelas: Rapper Denel Domingos atua na Casa da Juventude

Há muito mais para ler...