Vila Nova de Cerveira: “Há Filmes no Largo” leva documentário a três freguesias

Filme relembra tradição dos contadores de histórias do Vale do Minho.
Divulgação
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 9 meses, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado.

“Da Memória às Palavras” é o documentário de João Gigante que será exibido na iniciativa “Há Filmes no Largo”, promovido pelas associações Comédias do Minho e Memória Imaterial CRL, em três freguesias de Vila Nova de Cerveira.

Segundo a autarquia, o filme será exibido nas freguesias de Gondarém, Mentrestido e Sopo e relembra a tradição dos contadores de histórias, algo que se vai perdendo no Vale do Minho: “O objetivo é resgatar este património oral e dar uma nova forma de apresentação aos contos e lendas do território minhoto”, diz a autarquia.

“Da Memória às Palavras” é descrito como sendo um “filme-documentário que se constrói em torno do espetáculo de narração oral “Uma Roda: entre histórias”” e que mostra o todo o processo de construção do espetáculo até à sua apresentação: “Este filme fala de quem vive, guarda e usa a palavra como retrato do quotidiano, do seu território. Saber contar histórias é beber das memórias a elasticidade narrativa de quem as contou. É trazer ao presente um olhar transversal sobre o tempo que nos atravessa e sobre o tempo que virá”, conclui.

As apresentações decorrem ao longo de todo o fim de semana, na junta de freguesia de Gondarém (22 de setembro), no Polidesportivo de Mentrestido (23 de setembro) e na junta de freguesia de Sopo (24 de setembro). Todas as sessões têm início às 21h e têm entrada livre.

Total
0
Partilhas
Artigo anterior

Justiça brasileira censura reportagem da Agência Pública sobre político Arthur Lira

Artigo seguinte

Livro interativo sobre o rio Minho lançado em Espanha

Há muito mais para ler...