Adeus, Vodafone FM. Olá, Batida FM!

Novo projeto de rádio já arrancou.
Bauer Media Audio Portugal
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 10 meses, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado.

Já está no ar a nova rádio do grupo Bauer Media Audio Portugal: a Batida FM substitui a Vodafone FM no éter, mantendo, no entanto, a mesma temática. A nova rádio arrancou oficialmente este sábado.

Numa citada na imprensa, o CEO de grupo Salvador Ribeiro garante que o objetivo é continuar a “assegurar um projeto musical virado para as sonoridades urbanas e a dar espaço à música alternativa”. O diretor da rádio continuará a ser Manuel Cabral que transita da antiga estação e continua a acumular a função de diretor na Cidade FM.

Para já, o esquema de emissão mantém-se igual ao que era seguido na antiga Vodafone FM, sem anúncios e exclusivamente musical. O site da estação mantém-se também inalterado, tendo apenas sido retirada a área de votações e todas as referências à Vodafone FM foram trocadas pelas da nova estação. Já no rádio, as frequências afetas à Batida FM são as mesmas.

O fim do projeto de rádio deve-se, segundo o jornal digital ECO, a um “redirecionamento do investimento” por parte da Vodafone Portugal. Numa resposta escrita àquela publicação, a operadora considera que o percurso de 12 anos da estação “muito orgulha a Vodafone“, sendo que o fim do projeto é “um ciclo que chega ao fim”. No entanto, a empresa diz que manterá o “apoio incondicional ao talento e à criação artística nacional”.

A Vodafone FM surgiu em 2011 com dois emissores no Porto e em Lisboa, sendo a primeira rádio a usar o branding de uma operadora. Inicialmente, apostava em diversos programas de autor e numa playlist focada no rock alternativo, indie e na nova música portuguesa.

Total
0
Partilhas
Artigo anterior

Nova série taiwanesa aborda questão sensível da discriminação racial e chega à Netflix

Artigo seguinte

Estudo de investigadora do Técnico na Nature Medicine coloca inteligência artificial ao serviço da deteção do cancro da pele

Há muito mais para ler...