Catálogo da Hyperion Records fica disponível em streaming

Catálogo será disponibilizado na íntegra até 2024.
Universal Music Group
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 11 meses, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado.

Depois da Universal Music Group ter comprado a Hyperion Records em março, o acervo de gravações da editora britânica vai ser disponibilizado em todas as plataformas de música.

Numa nota enviada às redações, a UMG considera o momento histórico, até porque é a primeira vez que o catálogo de é disponibilizado através de streaming: “A Hyperion estabeleceu uma meta ambiciosa de lançar todo o catálogo de mais de 2 mil gravações para streaming até à primavera de 2024″, refere o grupo, acrescentando que “os primeiros 200 álbuns já foram lançados, com os seguintes discos a serem lançados quinzenalmente a partir de 15 de setembro de 2023”. Todos as novas edições da Hyperion passaram a ser lançadas via streaming, ao mesmo tempo que a editora manterá disponível a compra física e o download.

Além dos primeiros 200 álbuns do catálogo, que representam o percurso da Hyperion, foram também disponibilizados os últimos três lançamentos da editora, que incluíram o último álbum dos húngaros Takács Quartet, a seleção de hinos coraiss de Stephen Layton e do Trinity College Choir Cambridge e a edição sobre o compositor Guillaume de Machaut pelo The Orlando Consort: “As escolhas demonstram a reputação incomparável da editora em explorar um amplo repertório, abrangendo 900 anos de música ocidental […] entre o sagrado e o secular, coral e vocal solo, passando pela música orquestral, de câmara e instrumental, muita da qual é exclusiva da Hyperion”, frisa.

A Hyperion Records foi fundada em 1980 e assume-se como uma editora independente britânica de música clássica, tendo-se especializado num repertório de música clássica de todos os períodos, desde o século XII até à atualidade. Na altura da aquisição, a UMG considerava a editora independente como “um farol de excelência clássica, dedicada à criação de gravações muitas vezes pioneiras de imenso valor cultural e ampliando os horizontes musicais para os amantes da música mais exigentes”.

Total
0
Partilhas
Artigo anterior

Eurovision Show #210 (29/07/2023)

Artigo seguinte

NOS lança nova tecnologia para simplificar adesão aos eSIM

Há muito mais para ler...