NOS Alive é o festival mais mediático

Evento foi o mais popular na comunicação social e nas redes sociais durante o mês de maio.
CISION
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 11 meses, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado.

O NOS Alive venceu, no mês de maio, o Ranking Cision da Maratona dos Festivais de Verão. Este estudo analisa a evolução do mediatismo dos festivais de música realizados em Portugal ao longo do ano.

O Festival Termómetro, cujo vencedor irá atuar no NOS Alive, foi um dos temas mais abordados nas 266 notícias partilhadas sobre o festival que se realiza já no próximo mês de julho, no Passeio Marítimo de Algés.

A segunda posição foi alcançada pelo MEO Sudoeste, que registou 181 notícias e mais de uma hora de exposição em televisões e rádios nacionais. O foco esteve especialmente virado para o anúncio dos artistas que compõe o cartaz da edição de 2023.

O Super Bock Super Rock completa o pódio, tendo sido assunto de 166 notícias. Neste ranking constam ainda o Primavera Sound Porto (4.º), o MEO Marés Vivas (5.º), o Vodafone Paredes de Coura (6.º), O Sol da Caparica (7.º), o Cool Jazz Fest (8.º), o Sumol Summer Fest (9.º) e o MEO Kalorama (10.º).

Nas redes sociais, o NOS Alive foi também líder, com 398 publicações e cerca de sete mil interações. Já o MEO Sudoeste manteve-se na segunda posição. No entanto, foi o Primavera Sound Porto quem fechou o pódio, com a divulgação do novo patrocinador, a Vodafone, a ser o tema mais abordado.

Seguiram-se o Super Bock Super Rock (4.º), O Sol da Caparica (5.º), o MEO Kalorama (6.º), o Vodafone Paredes de Coura (7.º), o Sumol Summer Fest (8.º), o Marés Vivas (9.º) e o RFM SOMNII (10.º).

Realizado de forma continuada, a Maratona dos Festivais de Verão avalia a presença de cada festival na comunicação social e nas redes sociais. Os resultados deste top avaliaram os conteúdos gerados de 01 a 31 de maio.

Total
0
Partilhas
Artigo anterior

Sátão: Cineteatro tem sessões de cinema de animação em julho

Artigo seguinte

Morreu o ator Luís Aleluia

Há muito mais para ler...