Mariline Alves/Correio da Manhã/Direitos reservados

Correio da Manhã lança nova linha gráfica em janeiro

Jornal aposta num visual mais “atraente e com “mais espaço noticioso”.
0 Partilhas
0
0
0

9 de janeiro. É esta a data em que os leitores do Correio da Manhã vão conhecer a nova imagem do jornal. O matutino do grupo Cofina assume o compromisso de ter uma “uma nova dinâmica, sem perder as raízes nem o compromisso com os seus leitores: a melhor e mais rigorosa informação”.

A publicação descreve esta mudança como sendo um ponto positivo: “O novo modelo gráfico do CM permite uma leitura mais fácil das notícias, quer pelo modo de construção da página, quer pelo novo formato e tamanho da letra”, descreve o jornal, que acrescenta que isto se estenderá às revistas e suplementos produzidos.

A nova linha gráfica permitirá também mais “pontos de notícias”, garantindo “mais espaço noticioso, sem comprometer a atratividade das páginas e a facilidade de leitura”: “O novo CM é atraente e cativante”, garante.

A nova linha gráfica surge num momento de mudança para o grupo da rua Luciana Stegagno Picchio, com a contratação de Pedro Mourinho em agosto, para o pelouro de Novos Projetos e para a criação de conteúdos para a CMTV. Desconhece-se se a nova linha gráfica se estenderá também ao canal do grupo Cofina.

O Correio da Manhã é o jornal diário com mais circulação paga impressa. Segundo os dados da Associação Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação, no terceiro trimestre de 2022, o CM contou com uma média de 43768 exemplares impressos vendidos por cada edição.

Encontrou um erro ou um lapso no artigo? Diga-nos: selecione o erro e faça Ctrl+Enter.

0 Partilhas
Há mais para ler...