Hackers atacam site da Amnistia Internacional Portugal

Grupo será o mesmo que atacou as plataformas digitais do PCP.
Photo by Artem Kniaz on Unsplash
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 2 anos, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado.

O site da Amnistia Internacional Portugal (AIPortugal) está indisponível desde a tarde desta terça-feira devido a um ataque informático. A notícia foi avançada pela CNN Portugal.

O site está fora desde , pelo menos, as 17h30 e continua indisponível à hora da publicação deste artigo.

O canal de notícias dá conta que o grupo de hackers que atacou o site da AIPortugal é o mesmo que tem atacado as plataformas digitais do Partido Comunista Português (PCP) e cita um documento onde o grupo diz que o ataque é uma resposta ao relatório que a organização divulgou sobre violações de direitos humanos cometidas por soldados ucranianos. O grupo acusa a Amnistia Internacional de ter colocado em “pé de igualdade a vítima e o criminoso” e dizem-se prontos para “neutralizar a AI no ciberespaço”.

Em reação à CNN Portugal, a AIPortugal lamenta o caso e vinca que que a sua posição é contra a guerra: “Há relatórios feitos antes, cerca de nove, em que se denunciavam crimes de guerra e abusos russos. A diferença é de nove para um”, frisa. Entretanto, a organização atualizou o relatório, dando contexto e mais informações adicionais.

Total
0
Partilhas
Artigo anterior

Aquamuseu do Rio Minho lança ações de sensibilização para a reutilização de materiais

Artigo seguinte

Samsung lança Prémios de Arte Digital

Há muito mais para ler...