imagesourcecurated

Livros de ciências para as Férias

A ciência também tem lugar nesta época.
0 Partilhas
0
0
0
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 5 meses, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado

As férias são sempre um bom tempo para ler. E os livros de ciência também têm um lugar nesse tempo estival. Escolhi dez livros de ciências que saíram recentemente em português, tendo-os ordenado por alfabética do apelido do autor.

  1. CORREIA, Mário, A Grande Aventura. Gago Coutinho e Sacadura Cabral na primeira travessia aérea do Atlântico Sul, Oficina do Livro.
    Passou este ano o centenário dessa proeza da aviação que foi a travessia do Atlântico empreendida pelo piloto Sacadura Cabral e pelo navegador Gago Coutinho. Este livro de um historiador que é também aviador (e que foi conservador do Museu do Ar) descreve a aventura, fornecendo ampla iconografia.
  2. CRAWFORD, Paulo, O Universo, Do Big Bang aos Buracos Negros, Fundação Francisco Manuel dos Santos
    O cosmólogo e professor jubilado da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e um dos primeiros cosmólogos portugueses deixa, neste ensaio da Fundação, que é curto e barato, uma descrição da estrutura e da escala do Universo. São tratados temas ainda por esclarecer como a matéria escura e a energia escura, para além evidentemente dos buracos negros, sobre os quais já sabemos mais.
  3. GATES, Bill, Como prevenir a próxima pandemia, Ideias de Ler.
    O multimilionário que fundou a Microsoft e uma fundação de beneficência que tem o seu nome, depois de um livro sobre alterações climáticas (Como evitar um desastre climático?), escreveu um livro sobre o que aprendemos com a actual pandemia de COVID-19 para podermos aplicar em próximas ocasiões. Sim, o mais certo é haver novas pandeias.
  4. MANCUSO, Stefano. A Planta do Mundo. Aventuras de Plantas Pessoas, Pergaminho.
    O professor de Neurofisiologia Vegetal da Universidade de Florença é autor de uma teoria polémica sobre a sensibilidade das plantas. Que tem jeito para escrever para o grande público já se sabia de títulos como A Nação das Plantas e A Revolução das Plantas. Neste novo título, com belos desenhos do autor, entrelaça a história humana com a história das plantas.
  5. ORLANDO, Ludovico, O ADN Fóssil. Uma máquina para viajar no tempo, Guerra & Paz.
    O autor, cientista francês especialista em Paleogenética, que dirige o Centro de Antropologia e Genética de Toulouse depois de ter trabalhado na Dinamarca, conta como se conseguiu sequenciar o Homem de Neandertal e outros hominídeos, para além de toda uma variedade de seres vivos antigos, como animais e plantas domésticas. Hoje a genómica faz maravilhas para decifrar o nosso passado.
  6. PAGE, Lyman. O Pequeno Livro da Cosmologia, Gradiva.
    Um professor de Astrofísica da Universidade de Princeton, uma universidade que se tem distinguido pela produção de Prémios Nobel, especialista na detecção e análise das mais antigas imagens  do Cosmos, fornece um resumo bastante actualizado das origens de tudo.  Para quem queira saber mais e tenha pressa em saber…
  7. PRINGLE, Heather. O Delírio Nazi. Os académicos de Himmler e o Holocausto. Entre a superstição, a ciência e o terror,  Casa das Letras.
    Uma jornalista canadiana especializada em ciência faz, nesta obra de quase 600 páginas, uma descrição do que foi a pseudociência na Alemanha no tempo de Hitler. A pretensa superioridade da raça ariana levou a teorias e experiências sem qualquer base científica. Como foi possível essa tenebrosa deriva da ciência?
  8. ROVELLI, Carlo. O Abismo Vertiginoso. Um mergulho nas ideias da Física Quântica,  Objectiva.
    O professor de Física Teórica italiano que surpreendeu o mundo com Sete Breves Lições de Física e que depois continuou a estimular o nosso cérebro com livros como  Anaximandro de Mileto e E se o tempo não existisse? conta-nos aqui o que é a física quântica, a partir da história da descoberta da mecânica de matrizes pelo jovem Werner Heisenberg na ilha da Heligolândia, no norte da Alemanha.
  9. SOBRAL, David, Qual é o nosso lugar no Universo? Planeta.
    O astrofísico português que é professor na Universidade de Lancaster, no Reino Unido, e que descobriu uma brilhante galáxia nos confins do Universo a que deu o nome de CR-7 (CR de Cosmos Redshift) faz aqui uma brilhante incursão na astronomia, a partir da sua já rica experiência pessoal. Revela-se aqui em livro um divulgador talentoso.
  10. TYSON, Neil deGrasse, STRAUSS, Michael A., e GOTT, J. Richard, Uma Breve Visita ao Universo, Edições 70
    O primeiro autor, grande divulgador científico norte-americano (autor de Astrofísica para gente com pressa) juntou-se a dois professores da Universidade de Princeton para darem um curso de Introdução à Astronomia. O curso deu um livro grande, do qual este é um resumo para leigos, já que não contém fórmulas. Os primeiros capítulos são mais fáceis.

E, como extra, recomendo a espantosa banda desenhada A Bomba dos argumentistas Alcante e Bollée e do desenhador Rodier, que acaba de sair na Gradiva. É a história da primeira bomba atómica como nunca se viu. Boas leituras!


Este texto é publicado n‘o largo. no âmbito do projeto “Cultura, Ciência e Tecnologia na Imprensa”, promovido pela Associação Portuguesa de Imprensa. 

Encontrou um erro ou um lapso no artigo? Diga-nos: selecione o erro e faça Ctrl+Enter.

0 Partilhas
Há mais para ler...