Alexey Ruban on Unsplash

Shoutcast fecha estações de rádio online

Empresa que detém a tecnologia de transmissão decidiu alterar a oferta comercial para “ir ao encontro das expetativas dos profissionais de rádio”.
1 Partilhas
1
0
0
Este artigo foi publicado há, pelo menos, 11 meses, pelo que o seu conteúdo pode estar desatualizado

Várias estações de rádio podem ficar sem plataforma para emitir. Isto porque a Shoutcast decidiu descontinuar o seu serviço de alojamento para rádios de pequena dimensão.

Numa mensagem enviada aos clientes, a empresa detida pelo grupo AudioValley diz que decidiu mudar a oferta comercial “para ir ao encontro das expetativas dos profissionais de rádio. Assim, não iremos oferecer mais a opção de alojamento de estações de pequena escala”. E vai mais longe, informando que as contas deste tipo serão desativadas “dentro de um mês”.

Esta medida afeta apenas as rádios que estão diretamente alojadas no serviço da Shoutcast, sendo que não deverá ter impacto em rádios alojadas noutras empresas, mas que usam aquela tecnologia.

Até agora, os utilizadores tinham acesso a uma plataforma onde podiam criar a sua rádio, enquanto a empresa tratava de todos os aspetos técnicos e angariava publicidade para a emissão, partilhando os lucros.

A empresa dá poucas alternativas aos utilizadores: ou migram para a solução “Basic”, algo que coloca nos utilizadores todos os custos de manutenção e gestão dos servidores, ou aguardam por um contacto da empresa com sugestões de “alojamento dos parceiros de confiança” para onde podem migrar os seus projetos ou fecham a conta e o seu projeto. “Convidamo-lo a cancelar a sua conta antes de 09 de abril”, refere a missiva.

Apesar de afirmarem que está planeada uma “solução estável”, o que é certo é que é mais uma valência da AudioValley que desaparece. Criada em 2007 ainda como Radionomy, a empresa detinha uma plataforma que permitia a qualquer pessoa a criação de uma rádio online de forma gratuita. Em 2014, a Radionomy compra a tecnologia Shoutcast à AOL. Esta tecnologia é utilizada por centenas de rádios para distribuir as suas emissões em direto. Em 2019, a empresa decide descontinuar a plataforma Radionomy. Mais de oito mil estações, portuguesas e estrangeiras, ficaram sem plataforma de emissão.

Encontrou um erro ou um lapso no artigo? Diga-nos: selecione o erro e faça Ctrl+Enter.

1 Partilhas