Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o largo.

#informação #entretenimento #rádio

18.06.19

"Jogos Sem Fronteiras" estão de volta


Bruno Micael Fernandes

Toute Une Generation/Direitos reservados

Podíamos não ter a Eurovisão mas tínhamos os "Jogos Sem Fronteiras". Desde a cidade da Figueira da Foz a Lamego, foram muitas as cidades que passaram por jogos que envolviam gente com fatos estranhos, água e... gente com fatos estranhos a cair dentro de água.

Para os mais novos, era uma espécie de "Wipeout" europeu. Para os mais antigos (como aquele que escreve este artigo), aquilo não tinha qualquer tipo de descrição possível. Mas ficavamos presos ao ecrã às sextas à noite a torcer pela cidade portuguesa e com a inconfundível voz de Eládio Clímaco na narração.

Podíamos estar aqui discorrer sobre o que eram os "Jogos Sem Fronteiras", um programa de televisão criado em 1965 por Guy Lux e Claude Savarit a partir de uma ideia do general francês Charles De Gaulle. 

A notícia é que os "Jogos Sem Fronteiras" estão de volta.

O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira pelo diretor geral delegado de antena e programação do grupo France Televisions. Takis Candilis anunciou que o concurso será apresentado e produzido pelo apresentador Nagui mas não avançou com nenhuma data de estreia nem que países participarão neste regresso. 

Portugal tem uma grande média de vitórias no certame, só suplantada pela Alemanha. Entre 1965 e 1999, num total de 30 edições de "Jogos Sem Fronteiras", Portugal participou em quinze edições e venceu cinco (1980: Vilamoura; 1981: Lisboa ex aequo com Dartmouth (Reino Unido); 1988: Madeira; 1989: Açores; 1997: Amadora). 

Com este palmarés, e visto que o vencedor não é decidido no televoto, tudo o que podemos fazer é torcer (e rir) por Portugal. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
18.06.19

Casa do Design assinala vinte anos da transferência de Macau para a China


o largo.

Casa do Design Matosinhos

São mais de sessenta objetos produzidos por vinte estúdios de design de Macau nos últimos vinte anos. Este é o mote da exposição "Design Macau XX" que estará patente a partir desta terça-feira na Casa do Design de Matosinhos. 

Fruto de um projeto conjunto do Macau Design Cente e da Associação Cultural Portuguesa, esta exposição "dá a conhecer o atual panorama criativo de Macau em áreas como o design de cartaz, de livros, de branding, de embalagem, de produto e de 'projection mapping'", refere o museu em comunicado. Depois da transferência da soberania do território para a China em 1999 e depois de uma influência portuguesa de quatro séculos, "a identidade cultural macaense deu origem a um inventivo processo de criação na área do design, que a exposição “Design Macau XX” agora procura dar a conhecer". 

A expoisção conta com a curadoria de Emanuel Barbosa e de James Chu, sendo de entrada gratuita. "Design Macau XX" estará patente até 18 de agosto no horário habitual da Casa do Design de Matosinhos. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
17.06.19

Obras da coleção da Fundação Altice vão estar em Ponta Delgada


Bruno Micael Fernandes

Divulgação

Várias obras pertencentes à coleção de arte da Fundação Altice Portugal vão estar em exposição na Galeria do Centro Municipal de Cultura (CMC) de Ponta Delgada. 

A mostra vai contar com obras desde a década de 60 do século XX até à atualidade, com obras de autores como Alberto Carneiro, Ana Hatherly,  Diogo Pimentão, Fernando Calhau, Gaetan, Inês Botelho, Jorge Molder, Lourdes Castro, Miguel Soares, Palolo ou Pedro Portugal. 

Em comunicado, o autarca de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro, diz que a exposição "dá a conhecer obras de alguns dos mais significativos artistas plásticos da história da arte contemporânea portuguesa, ao mesmo tempo que proporciona a um vasto público o acesso ao património da Altice Portugal". Esta exposição surge da "cooperação institucional" entre a autarquia e a operadora de comunicações que "tem vindo a alargar-se a diversos domínios, sempre de olhos postos no desenvolvimento local, no reforço da identidade cultural e na melhoria da qualidade de vida das populações". 

A exposição vai estar patente de 28 de junho a 12 de setembro, podendo ser visitada de segunda a sexta, entre as 09h e as 17h, e também aos sábados, das 14h às 17h. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
17.06.19

Viana do Castelo: Krisálida apresenta "A Curva"


Bruno Micael Fernandes

Facebook Krisalida - Associação Cultural do Alto Minho

A Krisálida - Associação Cultural do Alto Minho vai levar a cena, no Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo, a farsa de Tankred Dorst "A Curva". 

Em comunicado enviado às redações, a autarquia vianense indica que a peça é sobre "a comercialização da morte. Dois irmãos vivem num lugar remoto junto a uma curva perigosa onde já aconteceram muitos acidentes mortais: 24 mais precisamente. Os irmãos encontraram formas engenhosas de conviver bem com esta situação e a vida decorre com relativa tranquilidade. Até que um dia o inesperado acontece…"

A estreia acontece no dia 19 de junho, às 21h30, sendo reposta no dia seguinte às 17h30. 

Ficha Artística

  • Direção artistíca/Produção
    Carla Magalhães
  • Encenação
    Nelma Nunes
  • Interpretação 
    Alexandre Martins, Nuno J. Loureiro, Pedro Roquette
  • Cenografia/figurinos
    Grácia Cordeiro
  • Desenho de luz
    Rui Gonçalves

 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
publicidade

Pág. 1/5