Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o largo.

onde tudo acontece...

13.02.19

TVI estreia série bíblica mexicana... dobrada em português do Brasil


Bruno Micael Fernandes

Direitos reservados

Muitos se lembraram de quando a série "O Justiceiro" era transmitida em Portugal com dobragem em português do Brasil. A mítica frase "Kit, vem-me buscar!" ficou para a posterioridade. E também muitos se recordarão das novelas mexicanas dobradas com sotaque de Carmen Miranda. Lábios dessincronizados com a voz, incluídos. 

Quinze anos volvidos, as produções mexicanas estão de volta à televisão em canal aberto. E pela mão da TVI

Não estando prevista a sua estreia para esta semana, a direção de Bruno Santos alterou as tardes do canal a partir desta quarta-feira com a entrada de "Maria Madalena", uma série mexicana sobre esta personagem biblíca. Com sessenta episódios, representou um investimento de cinquenta milhões de dólares por parte da Sony Pictures Television e a Dopamine.

Direitos reservados

Por seu turno, o canal de Queluz de Baixo descreve a trama como tendo "grande peso emocional". "Uma mulher diferente, que desafiou as leis de uma sociedade corrupta, dominada pelos homens. Testemunha de um mundo cheio de traições e vícios, ela foge e tenta esquecer o seu passado. Na véspera da morte de Jesus Cristo, ela encontra o homem que lhe dá a conhecer o verdadeiro significado da palavra amor. Um amor puro e impossível que reaviva a sua fé e o seu desejo de viver, tonando-a na discípula mais importante do profeta nazareno", descreve a TVI

"Maria Madalena" é protagonizada por María Fernanda Yepes, contando com Manolo Cardona e Andrés Parra, entre outros, tendo já sido emitida no Panamá (o último episódio foi para o ar a 1 de fevereiro deste ano), México, Angola e Moçambique.

A série será transmitida de segunda a sexta, às 14h30, depois do "Jornal da Uma". 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
12.02.19

RTP: estação depede quatro profissionais devido a "contrato de trabalho nulo"


Bruno Micael Fernandes

Jornal Açores 9/Direitos reservados

A Comissão de Trabalhadores (CT) da RTP denunciou, esta terça-feira, o despedimento por email de quatro trabalhadores afetos à RTP Açores

Em comunicado, o órgão de trabalhadores classifica a situação como de "um absurdo total e uma claríssima situação de "Abuso de Direito"". Em causa, está a dispensa de dois assistentes às operações e dois jornalistas afetos à televisão da região autónoma. A justificação? "O Conselho de Administração da Rádio e Televisão de Portugal alega violação da lei… por si mesmo", refere a CT. 

O caso é algo complexo: os quatro trabalhadores viram reconhecidos pelo tribunal que tinham um contrato de trabalho com a RTP desde 01 de janeiro de 2017, tendo-se apresentado nas instalações do Centro Regional dos Açores. Dois dos trabalhadores viram não lhe ser atribuídas "tarefas ou horário e, por isso, a Sub-Comissão de Trabalhadores dos Açores e a Comissão de Trabalhadores questionaram o Conselho de Administração". Apesar da empresa não ter recorrido da sentença proferida pelo tribunal, o que é certo é que os quatro trabalhadores foram despedidos: o facto de ter sido reconhecido na justiça o vínculo laboral significava que a "a administração da RTP teria violado a lei do Orçamento de Estado" ao contratar os quatro funcionários. 

"Não é juridicamente admissível à RTP manter em execução de um contrato de trabalho nulo" - RTP

O despedimento dos quatro trabalhadores foi feito por email enviado pela sede da RTP, em Lisboa. O presidente do Conselho de Administração, Gonçalo Reis, bem como Hugo Figueiredo e Ana Dias Fonseca, vogais no mesmo órgão da empresa, surgem como destinatários no campo "CC" (Com conhecimento). 

Na mensagem, que a CT divulga na íntegra, a empresa defende que a decisão é "uma ação de reconhecimento da existência de contrato de trabalho, que apenas se pronuncia sobre a natureza do contrato e a data da respetiva constituição, não tratando outras questões". Ou seja, o facto do contrato de trabalho existir, não invalida que haja outras consequências para a empresa ou para o trabalhador. 

Ora, para a RTP, o contrato com os quatro trabalhadores foi sempre visto como "uma prestação de serviço". Para a contratação de qualquer trabalhador, a empresa está obrigada, desde 2013, a um regime em que só é possível tal ato "se for antecedida do procedimento imposto pela legislação orçamental, que condiciona a validade do contrato à prévia emissão de autorização governamental". Algo que não existiu. 

RTP/Direitos reservados

A única solução seria o Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários (PREVPAP). "Dado que o seu caso não foi incluído no PREVPAP porque optou por não apresentar o devido requerimento a solicitar a regularização do vínculo, verifica-se que não é juridicamente possível regularizar a situação por essa via". O email indica claramente que "a submissão" ao programa "foi amplamente divulgada na Empresa, pelo que a não inclusão da sua situação no referido programa resultou de uma opção de V.Exa. e não de qualquer decisão da RTP". 

"É inevitável concluir que o seu contrato, tendo sido qualificado como contrato de trabalho e não sendo possível proceder à regularização do mesmo, é nulo", indica o mesmo email, acrescentando que "não é juridicamente admissível à RTP manter em execução de um contrato de trabalho nulo. Assim, a partir do próximo dia 12 de fevereiro de 2019, não deve apresentar-se ao serviço nem comparecer nas instalações da RTP, considerando-se, para todos os efeitos terminada a execução do contrato de trabalho inválido que manteve com a RTP". 

"Um absurdo total", "roça o obsceno" e "socialmente inaceitável" - CT

A CT não poupou nas palavras para classificar a dispensa dos quatro trabalhadores.

"Isto é um absurdo total e uma claríssima situação de "Abuso de Direito", dado que é um princípio universal da justiça que nenhum indivíduo ou instituição pode retirar benefício da violação de uma lei", refere o órgão representativo dos trabalhadores que caracteriza a decisão como "bizarra, política e socialmente inaceitável numa empresa pública",além de roçar o "obsceno".  

No comunicado, a CT acusa o Conselho de Administração de ter pedido ao Governo "escusa da mesma lei que agora usa para despedir trabalhadores, no caso para contratar duas chefias para a Direção de Informação TV, a largos milhares de euros por mês", questionando também se "os trabalhadores agora despedidos vão ser substituídos por outros precários, ou contrata-se a recibo verde os que agora foram despedidos?". 

A comissão vai mais longe e diz que com esta decisão, corre-se o risco de "as decisões dos tribunais em Portugal" passarem a ser "meras sugestões" e "as entradas de trabalhadores na empresa estão em risco de ser revertidas", pedindo intervenção do Conselho Geral Independente ou da Assembleia da República: "Alguém tem que fazer alguma coisa na RTP", remata. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
09.02.19

Odivelas: Sobrenatural toma conta da Biblioteca D.Dinis


Bruno Micael Fernandes

Município de Odivelas

A sexta edição do "FUNTASIA" arranca já no próximo dia 12 de fevereiro. O evento dedicado ao sobrenatural, oculto e metafísica vai decorrer na Biblioteca Municipal D. Dinis, em Odivelas. 

Em comunicado, a autarquia refere que o evento terá "diversas atividades relacionadas com este tema, dirigidas a um público bastante diversificado, incluindo os mais novos, alunos de 1º ano".

Integrado no programa, consta a exposição "Portugal Fantástico", onde se tenta mostrar que o fantástico "está bem presente no nosso quotidiano através da nossa herança cultural". A exposição estará patente a té ao dia 02 de março. 

Além disso, contará também com os ateliês "O Jogo do Fantástico" e "Aventura no Bosque". Ambos necessitam de inscrição prévia através do email da Biblioteca e deocrrem de 12 a 28 de fevereiro, às terças (10h30) e quintas (14h30). 

Do programa, consta ainda dois encontros com as escritoras Sandra Carvalho e Vanessa Fidalgo. Os encontros acontecerão nos dias 13 e 15 de fevereiro, respetivamente, sempre às 20h30. 

Todos os eventos são de entrada gratuita. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
08.02.19

Morreu a atriz Cremilda Gil


Bruno Micael Fernandes

Jornal das Caldas

A atriz Cremilda Gil faleceu esta sexta-feira na sua casa no Alentejo, avançam vários órgãos de comunicação social. 

Com um longo percurso no teatro iniciado há mais de cinquenta anos e, depois, no cinema e televisão , a sua mais recente participação foi no telefilme de 2012 "Entre as Mulheres" na RTP 1. Participou também em "Vila Faia", "Origens" e "Cinzas" (RTP 1), "Médico de Família" e "A Loja do Camilo (SIC) ou "Inspector Max" e "Olhos De Água" (TVI).

Há já muitos anos que a atriz vivia na aldeia da Malarranha, em Mora, apesar de ser natural das Caldas da Raínha. Há cerca de dois anos, foi homenageada pela cidade. Na altura, ao jornal Jornal das Caldas, a atriz dizia: "Tenho 59 anos de teatro, sempre por amor à camisola e nunca me servi de subterfúgios para manter essa carreira. Nunca estou à espera de elogios. Se alguém me diz, é uma alegria." 

Cremilda Gil tinha 91 anos. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
07.02.19

17•56 Museu & Enoteca da Real Companhia Velha considerado "Melhor Enoturismo do Ano"


Bruno Micael Fernandes

Pedro Kirilos/17•56 Museu & Enoteca da Real Companhia Velha/Direitos reservados

O espaço "17•56 Museu & Enoteca da Real Companhia Velha" foi considerado pela Revista de Vinhos como o "Melhor Enoturismo do Ano". 

Em comunicado, a empresa histórica ligada ao Vinho indica que a distinção foi entregue na cerimónia "Melhores do Ano 2018", promovida pela publicação, e que teve lugar no passado fim de semana. "Este espaço tem tudo para responder à arte de bem receber: a história, o vinho e a gastronomia", refere a empresa.

Com piso térreo e andar, este edíficio de três mil metros quadrados inclui o "Museu da 1.ª Demarcação, onde se pode fazer uma viagem pela vida da empresa, através de algum do seu espólio, com destaque para o Alvará Régio assinado por D. José I a 10 de Setembro de 1756, sob os auspício do Marquês de Pombal"; a "Enoteca 17•56" onde está o "amplo portefólio da Real Companhia Velha", para além de "alguns dos melhores vinhos de Portugal"; e, ainda a "Fromagerie Portuguesa" onde é possível consumir ou levar para casa até "sessenta queijos nacionais e internacionais, para além da "cozinha tradicional, peixes e mariscos". 

O espaço, agora premiado, pode ser visitado no Cais de Gaia, sendo que a entrada no Museu da 1.ª Demarcação tem um custo de 15€ por pessoa. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
07.02.19

Júlio Machado Vaz e Inês Meneses vão estar "À Conversa com..." na Biblioteca de Viana do Castelo


Bruno Micael Fernandes

Divulgação

Júlio Machado Vaz e Inês Meneses são os anfitriões de um "À Conversa com..." na Biblioteca Municipal de Viana do Castelo.

O médico psiquiatra e a radialista estão a apresentar o livro "O Amor É", saído do programa com o mesmo nome na Antena 1 e que está no ar há quinze anos. "Neste livro, canções e poemas de todos eles servem de mote a conversas inéditas - feitas propositadamente para memória futura - entre Júlio Machado Vaz e Inês Meneses, ao estilo do icónico programa de rádio que partilham", refere a autarquia de Viana do Castelo em comunicado.

Temas como "as paixões adolescentes, os amores adiados, os eficazes e os impossíveis, o alargamento da adolescência, a nostalgia da paixão, a inversão dos estereótipos culturais, a obsessão pela infância e pela morte, a omnipotência do teclado, as recordações amargas, a culpa judaico-cristã" ou "os homens sós que hoje cozinham" são alguns dos temas abordados neste livro editado pela Contraponto. 

Esta apresentação acontece já esta sexta-feira, dia 08, pelas 21h30. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
07.02.19

Quinta-Feira 12 lançam "Encardida"


Bruno Micael Fernandes

Pedro Nóbrega/Direitos reservados

Os Quinta-Feira 12 já têm disponível "Encardida", o segundo single que antecede o lançamento do novo álbum da banda. 

"Quase Pop" tem lançamento previsto para março deste ano e João Correia, Rodolfo Jaca, Pedro Freitas e Pedro Correia prepram-se para anunciar as datas e locais para "Tour Quase Pop". 

O novo single já está disponível nas plataformas digitais. 

 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
06.02.19

Porto Canal: Tiago Girão vai ser o novo diretor de informação


Bruno Micael Fernandes

Facebook Tiago Girão

Tiago Girão vai ser o novo diretor de informação do Porto Canal substituindo Ana Guedes Rodrigues, avança a edição online do Jornal de Notícias

O apresentador e jornalista despediu-se esta terça-feira do programa de debate "Universo Porto da Bancada". "Tive o prazer de trabalhar neste programa, onde várias batalhas foram travadas e outras mais serão. Estou de saída, mas quem me vai substituir é alguém muito competente. Vou abraçar um novo desafio". anunciou. 

Depois de passar pela SIC e pela Eurosport, o desafio será substituir Ana Guedes Rodrigues na direção de informação do canal nortenho. Antes de apresentar o "Universo Porto da Bancada", apresentou programas "Flash Porto", "Azul ou Branco" e "45 minutos à Porto".

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
publicidade
Banner billboard Saldos 2019

Pág. 1/3