Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o largo.

onde tudo acontece...

13.01.19

EPG #01: "Lip Sync e Inferno"


Bruno Micael Fernandes

EPG #01

Aos domingos, o EPG traz as sugestões televisivas para a semana que está prestes a começar. Dos generalistas aos temáticos, passando por conteúdos on-demand ou mesmo pelos canais internacionais, tudo cabe nesta espécie de Guia TV. 

13 de janeiro

My Post (33).jpg

Em estreia no TVCine 1, "Eu, Tonya" é uma espécie de "guia para destruir uma carreira olímpica". Baseado numa histórica verídica que abalou o mundo desportivo nos anos 90, é uma visão das peripécias que envolveram duas patinadores olímpicas: Tonya Harding (Margot Robble) e a sua rival Nancy Karrigan (Caitlin Carver). Quando o marido de Tonya manda atacar Nancy num joelho, o mundo põe Tonya no patamar de vilã. 

Um mockumentary que se transforma numa das mais "irónicas e subversivas comédias do ano" com a realização de Craig Gillespie e argumento de Steven Rogers. 

My Post (31).jpg

O fenómeno internacional de "lip sync" está a chegar a Portugal através da estação de Carnaxide. César Mourão e João Manzarra apresentam este concurso que vai pôr famosos a fazer "playback total". Sara Matos, Diogo Amaral, Clara de Sousa e Aurea são os convidados desta primeira edição. 

My Post (35).jpg

A série que conta a história de Silicon Valley vai desvendar as origens da internet como a conhecemos. O que havia antes do Google Chrome, do YouTube ou do Facebook? 

 

14 de janeiro

My Post (32).jpg

O canal mais nostálgico do serviço público está a repôr a série protagonizada por David Hasselhoff. No nosso imaginário na versão em português do Brasil, as aventuras de Michael Knight e do carro falante KITT estão de volta ao serão.  A missão? Combater o crime. 

 

15 de janeiro

My Post (34).jpg

Uma série que marcou uma geração está em reposição no canal juvenil Biggs. As temporadas 5 e 6 passam de manhã e ao fim da tarde. 

 

17 de janeiro

My Post (36).jpg

Uma espécie de telejornal irónico, "de reação rápida", e que dá "o lado cómico do dia". Aurélio Gomes comanda as hostes. 

 

18 de janeiro

My Post (37).jpg

O canal dedicado à transmissão de atuações ao vivo transmite o concerto dos Unknown Mortal Orchestra gravado ao vivo no The Oxford Arts Factory em Sidney, Austrália, em 2011. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
12.01.19

Museu de Lamego organiza exposição sobre a censura em Portugal


Bruno Micael Fernandes

Divulgação

Numa parceria com o projeto Ephemera, o Museu de Lamego tem patente a exposição "Documentos Originais da Censura no Arquivo Ephemera". 

Sob o mote "só existe aquilo que o público sabe que existe" (frase de Salazar), e juntando "uma seleção de testemunhos que ilustram o Portugal da censura", a exposição junta documentos "de várias origens" e que contrariam "a ideia de um Portugal pacífico durante o Estado Novo, quando se analisam os cortes da censura que negavam tudo o que poderia colocar em causa a hierarquia instituída ou pudesse causar qualquer perturbação no cidadão e, consequentemente, da ordem pública",  refere José Pacheco Pereira, o responsável pelo arquivo Ephemera e co-apresentador do programa com o mesmo nome na TVI 24, numa nota divulgada pelo museu. "Gerações inteiras nasceram e morreram sem ler um jornal em liberdade", acrescenta. 

Museu de Lamego

A partir do dia 19 de janeiro, será possível a realização de visitas orientadas, direcionadas para escolas e para o público geral, sendo que a exposição é de entrada livre. A exposição estará patente até ao dia 10 de fevereiro.

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
11.01.19

"Naked Attraction" Portugal? "É possível!"


Bruno Micael Fernandes

StudioLambert/Direitos Reservados

Já tivemos noivos a decidir tudo sobre casamentos, operações plásticas ou a vida de famosos. Mas poucos são os formatos disruptivos que ultrassam o programa britânico de encontros "Naked Attraction", transmitido originalmente pelo Channel 4 e, em Portugal, pela SIC Radical

E se houvesse uma versão portuguesa do programa? Em declarações à revista digital NiT, Pedro Bocherie Mendes, diretor de programas do canal, diz que essa possibilidade não está fora das opções da estação. "Seria divertido ver isto em português, não é? Acho que é possível, mas seria algo mais divertido, humorístico até, e menos de experiência social de dating". 

No entanto, a ausência de um cachet (na versão britânica, os concorrentes não recebem qualquer valor monetário por aparecerem no programa) poderia afastar concorrentes e tornar a produção "uma incógnita". No entanto, "o facto de não ser uma grande produção, de ser fácil de fazer, torna-o sedutor para nós. Posso dizer que já deverá ter sido debatido na SIC como tantos outros formatos, mas quando os programas avançam não pode ser em abstrato", isto é, segundo a revista, ainda não foi definido o público-alvo, um possível apresentador ou, mesmo um horário, entre outras condicionantes, para avançar com o projeto. 

"Naked Attraction" é um formato britânico surgido em 2016 e é apresentado por Anna Richardson, tendo até agora versões na Alemanha e na Nova Zelândia. Em Portugal, a terceira temporada está em transmissão na SIC Radical

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
09.01.19

Banda Sinfónica Transmontana brinda "À Nossa Terra"


helena margarida

Douro Creative Hub

A Banda Sinfónica Transmontana vai subir ao placo do Teatro de Vila Real, na sexta-feira, dia 11 de fevereiro, às 21h30, para aquele que será o concerto de apresentação deste projeto que nasceu há 10 anos.

"Por conta de todos e de cada um, com início em Trás-os-Montes e Alto Douro, "andamos pelo mundo a aprender, a partilhar. A semente está lançada, "somos um pouco da terra da nossa infância, somos o mundo todo aqui dentro", dizem.

Agora, juntos, em palco, os 65 músicos afinam num brinde "À Nossa Terra". Porque "da terra partimos. À terra sempre chegamos. Às vezes vamos, e nem saímos de casa. Outras, corremos o mundo. Fazemos da partitura o mapa. Cada nota assinala um ponto geográfico onde os afetos marcam as dinâmicas. A terra. A Terra. Casa mãe, princípio e fim. Ponto de chegada e de partida. A viagem é por nossa conta".

Valter Palma é o Maestro Titular, Nuno Pinto, o Solista. Um espetáculo que contará também com a participação do Coro Feminino da Banda Sinfónica Transmontana.

Divulgação

A ideia de criar a Banda Sinfónica Transmontana surge de uma outra ideia corria o ano de 2008. Surgia a Banda Distrital que não foi mais do que um estágio de uma semana por ano e que juntou dezenas de músicos da região num objetivo comum de partilha de conhecimento e experiência assentes numa orquestra de sopros. Seis estágios foram realizados, contando com a participação de mais de 250 músicos, o último tendo lugar em 2011. Seguiram-se anos de aquisição de novos conhecimentos e de amadurecimento de ideias, até que decidem criar uma formação de músicos profissionais da região, e nasce então a Banda Sinfónica Transmontana. Surgiram ideias de criar pequenos agrupamentos musicais que pudessem rentabilizar outro tipo de auditórios mais pequenos e chegar às populações mais rurais, uma vontade de proporcionar mais acesso à educação e formação musical de referência fora dos grandes centros, reforçando assim o trabalho as Bandas Filarmónicas realizam. Considerando a formação de públicos e a recolha e preservação das melodias tradicionais uma urgência e, para que tudo isto se realizasse, algo mais abrangente e maior do que a Banda Sinfónica teria de ser criado. Nesse sentido nasce a Plataforma das Artes sendo a Banda Sinfónica Transmontana o grupo grande desta Plataforma. Como ideia de negócio dentro das Indústrias Criativas ganhou o Prémio Douro Criativo na categoria de Música e Artes Performativas.

Os bilhetes para o Concerto de Apresentação da Banda Sinfónica Transmontana já estão à venda na bilheteira do Teatro de Vila Real.

 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
06.01.19

EPG #00: "Episódio piloto"


Bruno Micael Fernandes

EPG #00: "Episódio Piloto"

Arrancamos o novo ano com uma nova rubrica: aos domingos, o EPG vai trazer as sugestões televisivas para a semana que está prestes a começar. Dos generalistas aos temáticos, passando por conteúdos on-demand ou mesmo pelos canais internacionais, tudo cabe nesta espécie de Guia TV. 

06 de janeiro 

Série: "NSU - Alemanha Proibida". Domingo, 22h15, RTP 2

Baseada em factos reais ocorridos em 1990, esta é uma minissérie alemã de três episódios que a estação pública considera bastante "atual". O grupo "National Socialist Underground", de extrema-direita, começa a matar imigrantes a sangue frio para "devolver o país aos alemães". A polícia desvaloriza estas mortes, acusando as vítimas de tráfico de droga, "atacando a sua moral". 

Produzida pela estação pública alemã, esta série conta com Anna Maria Muhe, Albrecht Schuch e Sebastian Urzendowsky nos papéis principais. 

Humor: "Levanta-te e Ri". Domingo, 22h40, SIC

O "Levanta-te e Ri" passa a ser presença assídua nos ecrãs da SIC. Transmitido em direto do teatro José Lúcio da Silva, em Leiria, o mítico programa de stand-up traz Aldo Lima, Ana Arrebentinha, Dário Guerreiro, Fernando Rocha, Hugo Sousa e Manuel Cardoso, para além da apresentação de Marco Horácio. 

Cinema: "Refrigerantes e Canções de Amor". Domingo, 23h30, RTP 1

Esta é  a história de Lucas Mateus, um músico cuja carreira lhe passa ao lado e a namorada o troca pelo parceiro de banda. O mundo dele desabou até encontrar, num supermercado, uma rapariga que vive dentro do fato da mascote de uma marca de refrigerantes: um dinossauro cor-de-rosa. Sem nunca saber como é que ela é, Lucas apaixona-se. 

Saído da mente de Nuno Markl e realizado por Luís Galvão Teles, "Refrigerantes e Canções de Amor" conta com Ivo Canelas, Victoria Guerra, João Tempera, Lúcia Moniz, Jorge Palma, Sérgio Godinho e Ruy de Carvalho no elenco. 

 

07 de janeiro

Série: "Ruth". Segunda, 00h30, CMTV

Produzida pela Leopardo Filmes e com apoio da estação do grupo Cofina, "Ruth" conta a história mirabolante da ida de Eusébio para o Benfica. "Chantagem, tentativas de rapto, envolvimento de ministros, delírio nos jornais e promessas milionárias fazem da história da transferência do futebolista... um miúdo que nunca ninguém vira jogar".

A série é uma versão alargada do filme com o mesmo nome lançado em Portugal em 2018. 

Humor: "Som de Cristal". Segunda, 03h15, SIC Internacional

Os bastidores dos artistas de música popular portuguesa são desvendados neste programa. Desde Quim Barreiros a Saúl, passando por Ágata ou Roberto Leal, esta é uma viagem pelos caminhos de Portugal pelos olhos de Bruno Nogueira. 

"A música popular é unificadora. Às escondidas, para não parecer mal."

 

08 de janeiro

Música: "A Música Portuguesa A Gostar Dela Própria". Terça. 17h02, RTP Memória

Tiago Pereira traz, todos os dias, velhinhas, tradição e alma portuguesa à antena da RTP Memória. Uma vez por dia, o país musicado tal como ele é...

 

09 de janeiro

Cinema: "A Guerra dos Botões". Quinta, 14h06, AXN White.

Sul de França, 1960. Miúdos entre os 7 e os 14 anos1960 de uma aldeia estão em guerra contra os miúdos da aldeia vizinha. Liderados por Lebrac, continuam numa guerra que dura há gerações mas tentam não ser descobertos pelos pais.

Uma tarefa impossível quando voltam a casa com a roupa... sem botões! 

Música: "Best Music Videos Of 2018". Quarta, 18h30, Canal 180

Todos os anos, a equipa do CANAL 180 escolhe os melhores vídeos musicais dos 365 dias que passaram.

"É uma oportunidade de olhar para trás e pensar sobre aquilo que mais nos inspirou e a honrar os artistas que puseram muito dos seu espaço para quebrar barreiras na criação artística". 

10 de janeiro

Cinema: "Os Empatas". Sexta, 21h30, TV Cine 1

"Os Empatas" é uma comédia que gira em torno dos pais de três amigas adolescentes. Numa espécie de aliança secreta, vão tentar proteger o grupo dos "perigos do baile de finalistas", arruinando-lhes a noite e impossibilitar que se entreguem aos respetivos pares. 

John Cena, Leslie Mann e Ile Barinholtz lideram o elenco deste filme de Kay Cannon. 

O filme repete no dia 12, às 09h35, e no dia 21, às 21h30. 

 

12 de janeiro

Música: "Sting en concert à lOlympia". Sábado, 00h15, ARTE

O canal francês transmite o concerto de Sting gravado ao vivo em 2017 na mítica sala de concertos parisiense. Na bagagem, o cantor tinha o álbum "57th & 9th", para além de acrescentar ao concerto versões de temas memoráveis como "Roxanne" ou "Message In The Bottle" 

 

A pedido 

Música: "Cristina Branco". A pedido, ARTE

A plataforma ARTE disponibiliza, na íntegra, o concerto de Cristina Branco gravado ao vivo no Bardentreffen Nuremberg, na Alemanha, em 2018. Numa mistura entre Fado e os sons jazz, a fadista traz ao palco a alma portuguesa. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
03.01.19

Seguir o som do Ano Novo com a Banda à Varanda


helena margarida

Inquieta - Produção e Comunicação Cultural

Das varandas almejamos o mundo.

Das varandas olhamos mais longe.

E é a olhar para cima que se ouvirá a Banda à Varanda. Sábado, 5 de Janeiro 2019,  às18h00 nos Claustros do Governo Civil de Vila Real. Um "concerto" que dará início ao Festival de Ano Novo do Teatro de Vila Real.

Em cena vão estar mais de 50 músicos de diferentes bandas filarmónicas da região que - na sua maioria - são também alunos do Conservatório Regional de Música de Vila Real.

A música é da autoria de Fábio Videira e Angela da Ponte. Uma Produção de Inquieta _ Produção e Comunicação Cultural - Eduarda Freitas e direção de Valter Palma e Luis Santos. A imagem é de Paula Freitas com apoio à produção de Mara Correia em parceria com o Conservatório Regional de Música de Vila Real.

A Banda à Varanda nasceu em 2017, sendo uma criação da produtora Inquieta. O projeto Banda à Varanda tem como objetivo criar uma performance musical, em que um ou mais compositores são convidados a criar uma peça original, tendo em conta o património arquitetónico das vilas e cidades, em especial os seus centros históricos e as suas varandas, e as bandas filarmónicas locais.

Assim, e mediante os locais onde as performances são apresentadas, os concertos são sempre diferentes, pois o som é pensado para os espaços concretos e para os músicos que as interpretam.

Neste caso, Banda à Varanda – Viagem sonora ao final da 1ª Guerra Mundial, foi uma encomenda da Câmara Municipal de Vila Real, integrada no Centenário da Morte de Carvalho Araújo, e, tendo em conta a estação do ano, para ser realizada num espaço interior, os Claustros do Governo Civil de Vila Real. Teve estreia a 11 de Novembro de 2018.

A entrada é gratuita.

Divulgação

 

 

 

 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
publicidade
Banner billboard Saldos 2019

Pág. 3/3