Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o largo.

onde tudo acontece...

27.11.18

IVA dos concertos passa a 6%. O das touradas também.


Bruno Micael Fernandes

ricardo/zone41.net (CC BY-ND 2.0)

Cinema, espetáculos de música e touradas pode ter IVA a 6%. É isso que está a avançar o jornal digital Observador

As propostas do PSD, CDS e PCP são iguais e introduzem a baixa do IVA para espetáculos de cinema, música (independentemente do tipo de recinto), tauromaquia e circo. A proposta inclui também espetáculos de dança, teatro e circo. 

Esta maioria "negativa" torna assim praticamente certa a aprovação destas propostas na Comissão de Orçamento e Finanças desta tarde, até porque, na votação na especialidade, serão votadas em conjunto. Ainda com a aprovação destas propostas, a entrada em vigor da baixa do IVA entra em vigor a 1 de janeiro e e não em julho como o Governo pretendia. 

Há outras propostas de outros partidos sobre o tema "IVA" mas não são iguais como um IVA mais alto para as touradas do que em outras "manifestações culturais" (Bloco e PAN) e baixa do IVA no cinema e espetáculos em qualquer recinto (Bloco).

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
27.11.18

Trump defende criação do canal de televisão do Governo para competir com a CNN


Bruno Micael Fernandes

The Weekly Standard/Ethan Miller/Getty Images

O presidente dos Estados Unidos defendeu no Twitter, esta segunda-feira, que o governo deveria criar um canal de televisão internacional para competir com a CNN. Esta opinião advém do facto de Donald Trump acreditar que o estação noticiosa está a passar uma imagem do país "injusta e falsa". 

Enquanto a CNN não se está a sair muito bem nos Estados Unidos em termos de audiências, fora têm pouca concorrência. Em todo o mundo, a CNN tem uma voz poderosa retratando os Estados Unidos de uma forma injusta e falsa. Algo tem de ser feito, incluindo a possibilidade de os Estados Unidos começarem o seu próprio canal para mostrar ao mundo que realmente somos GRANDES!

Este é mais um episódio da "tensão" que existe entre Trump e a cadeia de notícias norte-americana, depois da Casa ter retirado a credencial de imprensa ao jornalista Jim Acosta e de a ter devolvido devido a uma decisão judicial. 

O tuíte de Trump também ignora o facto de os Estados Unidos já terem um canal internacional de rádio e televisão: o A Voz da América. Apesar de não estar presente em Portugal, produz conteúdos em português para os PALOP e para o Brasil. Segundo a Agência Lusa, citada na edição online do Expresso, o canal teve 275,2 milhões de espetadores no ano passado, ultrapassando, em larga escala, os canais globais da CNN

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
publicidade