Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o largo.

onde tudo acontece...

25.09.18

Santa Marta de Penaguião assinala dia do Turismo com peça de teatro


Bruno Micael Fernandes

Município de Santa Marta de Penaguião

O Grupo Filandorra - Teatro do Noroeste vai levar a cena a peça de José Luís Peixoto, "À Manhã". 

Estreada originalmente em 2007, a peça passa-se "algures numa aldeia envelhecida de Portugal" onde "cinco personagens, dois homens e três mulheres partilham histórias, silêncios, segredos e beijos". "Neste espetáculo, atores e público redescobrem os modos de estar, as rotinas, as falas… dos “nossos” idosos, num grito de alerta para a necessidade de “ver e sentir” o quotidiano do mundo rural, os problemas do despovoamento e envelhecimento das populações das aldeias do interior do país", refere a autarquia. 

O evento é uma iniciativa da autarquia de Santa Marta de Penaguião e pretende assinalar o Dia Mundial do Turismo. 

A peça vai estar em cena quinta-feira, pelas 21h30, no auditório municipal da cidade. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
25.09.18

França: acusação de "pornografia infantil" leva a retirada de livro de banda desenhada das lojas


Bruno Micael Fernandes

Atenção: Este artigo tem conteúdos que podem não ser aprovados pela empresa onde trabalhas, pelo país onde vives ou, mesmo, pela tua mãe!

Twitter @BastienVives

A premissa é simples: um miúdo de dez anos com um "pénis de elefante" e que causa às mulheres que o rodeiam "pensamentos lascivos". A descrição de "Petit Paul" de Bastien Vivès é do jornal Le Monde

E com uma premissa destas, não tardou a polémica. Duas cadeias de livrarias francesas ("Cultura" e "Gibert Joseph") anunciaram, esta segunda-feira, a retirada do livro das prateleiras. A reação das duas empresas vem de uma petição online, assinada por cerca de duas mil pessoas que pediam a retirada do livro devido ao facto de ter características passíveis de serem "pornografia infantil". 

Ora, os signatários da petição alegam que "representações de caratér pornográfico de menores são proibidas em França". O jornal francês chama, no entanto, à atenção que o livro em causa "é apenas um concentrado de humor transgressivo através do qual o autor brinca com as suas próprias fantasias". 

Ainda antes da retirada de venda por parte das duas cadeias de livrarias, a Glénat, a editora de "Petit Paul", emitiu um comunicado onde lembra que o livro "é uma obra destinada exclusivamente a adultos" e que o livro é vendido envolto em celofane com um autocolante "Obra pornográfica. Interdita a venda a menores". 

"Esta obra de ficção não se destina a minorar, promover ou legitimar o abuso de menores sob qualquer forma: é uma caricutura cujo destino, voluntariamente grotesto e ultrajante nas suas proporções, não deixa dúvidas quanto à natureza totalmente irrealista do personagem e do seu ambiente", esclarece ainda a editora. 

No entanto, a editora diz que cada livreiro é "chefe da sua casa: quem não se sente à vontade c vender um trabalho pronográfico, mesmo em celofane, é livre de não o divulgar". 

Cadeia diz que o livro continua disponível

Por seu turno, a cadeia "Cultura" diz que o livro não foi totalmente retirado. Ao Le Monde, Jean-Luc Treutenaere, diretor de relações públicas da empresa diz que "Petit Paul" "continua nos armazéns das nossas lojas para que os clientes que o solicitem o possam comprar". O responsável diz que a ação da empresa foi de cautela "até que uma decisão judicial fosse proferida. Queremos ser cautelosos em relação aos nossos clientes que são muito familiares". No entanto, Treutenaere defendeu que a ação da empresa entra na sua "liberdade editorial de divulgar ou não um livro". 

Em Portugal, o livro está disponível na wook, 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
25.09.18

Videoclip de "LisbonHood" de Júlio Resende já está disponível


Bruno Micael Fernandes

Divulgação

Júlio Resende descreve "LisbonHood" como uma "mini loucura". O tema de apresentação de "Cinderella Cyborg", o novo álbum do músico, já tem videoclip disponível no YouTube. 

Juntando o rap de Sam Azura com o fado de Peu Madureira, o tema é uma mescla de "um amor por se viver em Lisboa" de "um estrangeiro que vive cá" (quase como se fosse uma "carta de amor à cidade) e "as palavras do maior poeta lisboeta" (Fernando Pessoa em heterónimo de Álvaro de Campos). 

"Cinderella Cyborg" é lançado 5 de outubro e Júlio Resende já tem dois concertos de apresentação no Teatro Tivoli (02-nov) e na Casa da Música (13-nov). 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
publicidade
Banner billboard Saldos 2019