Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o largo.

onde tudo acontece...

21.09.18

RTP: Contrato de Fernando Mendes causa mal estar nos trabalhadores


Bruno Fernandes

RTP/Direitos reservados

Fernando Mendes viu o seu contrato com a RTP aumentar para os 20 mil euros por mês. Mas a renovação não caiu bem junto dos trabalhadores da estação pública. 

A Comissão de Trabalhadores da RTP (CT) emitu um comunicado na noite desta quinta-feira, manifestando-se por um "tratamento" que considerem "justo e quitativo daqueles que dão tudo pela RTP todos os dias, os seus trabalhadores". 

A CT descreve a situação dos recursos humanos da empresa como "desastrosa. "A idade média dos trabalhadores no quadro efectivo é de 49.9 anos, grande número deles abandonou a empresa nos últimos anos, mais de metade dos que ficaram exerce funções acima do seu descritivo funcional, sem serem pagos para isso", descreve o órgão. Para além disso, a RTP é acusada de manter "centenas de trabalhadores em situação de prestação de serviço que já deveriam ter sido integrados". 

Apesar de não pôr em causa a  "avaliação do merecimento destes valores ou outros quaisquer por parte de um profissional de televisão que decerto os merece", o grupo representativo quer respostas para os problemas que a estação pública atravessa: a "degradação técnica da RTP e os recursos humanos e fazendo em todas as reuniões a mesma pergunta: Para quando os reenquadramentos de 2018?". 

No entanto, a CT diz que a administração se desculpa com o Festival Eurovisão da Canção. "Gastámos muito no Eurofestival. Assim, o Eurofestival, que o próprio Dr. Gonçalo Reis tinha garantido à CT que nunca seria pago pelos trabalhadores, transformou-se no alibi perfeito para os manter parados salarialmente", atira a CT, que faz a ressalva que Gonçalo Reis disse na Assembleia da República que a RTP gastou 3,9 milhões de euros no evento. 

"Então mas, se a RTP gastou menos do que se esperaria no Eurofestival, vai atingir resultados positivos tranquilamente e pode aumentar apresentadores entrando na loucura televisiva deste Verão, porque é que não pode fazer reenquadramentos profissionais dos seus trabalhadores?", pergunta a CT no mesmo comunicado para logo a dizer que apoia "o pedido de auditoria às contas da RTP feito pelo Conselho de Opinião". 

"Se este Conselho de Administração tem um plano para mudar o rumo da RTP, resolver a degradação técnica da empresa e o caos dos seus recursos humanos é tempo de dizer qual é, de o explicar e de o quantificar, senão o fizer, é tempo de passar a palavra aos trabalhadores para, através das formas de pressão ao seu dispor, mudarem a empresa", conclui. 

A CT vai reuniar com o Conselho de Administração já no próximo dia 24. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
20.09.18

Carlos Daniel sai da RTP


Bruno Fernandes

Diana Tinoco/Jornal i

O jornalista Carlos Daniel vai sair da RTP, avança a edição online do Jornal de Notícias e, entretanto, confirmada pelo próprio jornalista. 

A, até agora, cara da estação pública vai abraçar o projeto "Canal 11" da Federação Portuguesa de Futebol (FPF). O jornalismo será um dos principais rostos, para além de dirigir os conteúdos do futuro canal, do site da FPF e de outros projetos de comunicação. 

"Decidi aceitar um desafio que me entusiasma e que será algo verdadeiramente novo no panorama dos conteúdos de desporto em Portugal", confirmou Carlos Daniel ao jornal online Observador. Dizendo que "não trocaria a RTP por um projeto que não fosse ganhador e que não tivesse como principal objetivo chegar aos portugueses, incentivar a prática desportiva, divulgar o futebol, os seus jogadores e treinadores", o jornalista descreveu o novo projeto como "aliciante e motivador". 

Esta é mais uma transferência "de peso" no mercado televisivo de 2018. O "Canal 11" arranca em maio do próximo ano e terá como diretor Nuno Santos, ex-diretor de programas da RTP SIC prevendo chegar a quatro milhões de lares. 

em atualização.

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
20.09.18

Membro do Charlie Hebdo censurada no Twitter


Bruno Fernandes

Direitos reservados/Marianne/Charb/Charlie Hebdo

 

A rede social Twitter bloqueou a conta de Marika Bret, considerada uma figura histórica do jornal satírico Charlie Hebdo e também diretora de recursos humanos da publicação, por ter publicado uma caricatura de Charb, um dos cartoonistas que morreu no massacre ocorrido contra o jornal em janeiro de 2015. 

A conta foi bloqueada na segunda-feira devido ao facto de a colaboradora ter um desenho de Charb, durante quase três anos, intitulado "Os extremos tocam-se", como foto de perfil. A caricatura mostra um padre e um imã tocando-se nos pénis um do outro. 

À publicação Marianne, citada pela France Info, Marika Bret considerou o bloqueio "indecente e cobarde" e que, segundo ela, "vem juntar-se a muitos outros que aconteceram contra o Charb nos últimos três anos". Bret considera que a caricatura é o símbolo de uma "essência da luta de 23 anos do Charb contra o extremismo e o obscurantismo", uma opinião que não colheu junto dos moderadores da rede social. "É como se o Twitter estivesse a colocar o desenho de Charb ao mesmo nível das declarações anti-semitas, islamofóbicas e xenófobas dos racistas". 

Marika fez uma reclamação contra o bloqueio mas permece sem resposa. "Eu reli todas as condições e não vejo como é que o desenho vai contra as regras do Twitter", considera. 

A colaboradora vai mais longe e considera que esta censura à obra de Charb já aconteceu mais vezes, considerando estes acontecimentos como um a "segunda morte". "Começou em janeiro de 2015 quando ele foi acusado de levar as suas equipas à morte". Entretanto, várias universidades francesas têm bloqueado leituras públicas do livro de Charb, "Carta aos Escroques da Islamofobia que Fazem o Jogo dos Racistas", devido em muito à pressão de organizações estudantis. 

Marika Charb apelou à partilha do desenho por todos por toda a internet. "Vamos a ver se eles escolhem bloquear a conta de todos os utilizadores, desafiou. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
19.09.18

PAN organiza iniciativa de street art para assinalar entrada em vigor de nova lei


Bruno Fernandes

Bruno Lisboa/Direitos reservados

O Partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN) vai assinalar a entrada em vigor da nova lei, que proibe o abate de animais para controlo populacional, com uma ação de "street art" na Rotunda de Francos, no Porto. 

O artista plástico Bruno Lisboa foi convidado pelo partido para criar "num registo aberto e informal que valoriza novos projetos que se identifiquem com a street art, as ilustrações alusivas a esta mudança pela qual tantos portugueses aguardavam", refere o partido em comunicado. O mural será inaugurado pela Comissão Política Nacional. 

A ação decorrerá dia 22 de setembro, a partir das 18h. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
19.09.18

Cabeceiras de Basto: "Aquilo que arde em nós" inaugura Festas de S.Miguel


Bruno Fernandes

Divulgação

É verão, e na Aldeia todos comemoram o São Pedro. Guida é a filha do meio de um pai muito severo. A chegada de Edgar, um rapaz de Viana do Castelo, acende algo dentro das raparigas, especialmente dentro dela. Mas o fogo da raiva parece crescer em Augusto, que também a deseja. Tudo parece arder. Tudo é festa. Tudo é tragédia. Tudo é coragem.

É esta a sinopse do espetáculo "Aquilo que arde em nós", uma produção teatral do Centro de Teatro da Câmara Municipal de Cabeceiras  de Basto e que vai a cena na noite desta quarta-feira. 

Descrita como sendo "uma construção poética das chamas enquanto paixão, enquanto vida, vingança, alegria e dor" inspirada "nas diversas formas que o fogo pode assumir nas nossas vidas", é também uma espécie de homenagem "carregada de símbolos de um Portugal que ardeu tragicamente em 2017", descreve o município em comunicado. 

A peça de teatro inaugura, assim, a Feira e Festas de S.Miguel na cidade e tem inicio marcado às 21h30 nos Claustros do Mosteiro e é seguido de uma sessão de fogo de artifício. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
19.09.18

Ariana Grande lidera top 40 nos EUA


Bruno Fernandes

Divulgação

O novo álbum de Ariana Grande, "Sweetener", está criar buzz nas rádios norte-americanas.

Com o lançamento de "Breathin", Ariana Grande consegue o feito de ter três temas no top 40 EUA, algo que não era conseguido desde 2010. Além deste single, que está em 40.º lugar, "God Is A Woman" e "No Tears Left To Cry", mantêm-se no top 10.

Em Portugal, segundo dados disponibilizados pela Universal Music (a editora de Ariana Grande), o novo álbum entrou para 1.º lugar do top nacional de vendas logo na semana de lançamento. O mesmo aconteceu no iTunes, Apple Music e Spotify. 

O novo disco está disponível em duas versões físicas ("standard" com um CD e em formato "Fan Box" com um CD, um livro de vinte páginas, quatro fotos formato polaroid, seis postais, um poster e uma tatuagem temporária), e, claro, nas plataformas digitais. 

Disponível no iTunesOuvir na Apple Music

 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
publicidade
wook é uma oferta?

Pág. 1/3