we are social!

Hi, what are you looking for?

Sem categoria

David Dinis demite-se do “Público”

Este conteúdo tem 3 anos e poderá estar desatualizado.

 

David Dinis demitiu-se do cargo de diretor do jornal Público, avança o Diário de Notícias. O jornalista já confirmou a informação mas sem adiantar pormenores.

Segundo o jornal online, o jornalista demitiu-se depois da Administração do jornal ter decidido demitir o diretor-adjunto Diogo Queiroz de Andrade. Alguns meios de comunicação estão a descrever o ato de Dinis como sendo de “solidariedade” para com o membro da sua direção. 

Queiroz de Andrade chegou esta segunda-feira de férias e, chamado à administração, foi informado que estava demitido. Dinis, por seu turno, tinha entrado de férias esta manhã e soube da decisão nessa altura.

A redação vai reunir em plenário nas instalações do jornal em Lisboa, a partir das 16h. 

Situação já não é nova: Queiroz Andrade não era bem aceite na administração

A situação arrasta-se já há três semanas quando, segundo o jornal online Observador, a administração (representada pela adminsitradora Cristina Soares e pela administradora executiva da Sonaecom Cláudia Azevedo) reuniu-se com o (agora) ex-diretor no Porto para a uma reunião anual e David Dinis foi surpreendido com a informação que Diogo Queiroz de Andrade iria ser despedido. David Dinis mostrou o desacordo completo com a decisão: para além de não aceitar, o assunto não foi discutido previamente. O responsável editorial voltou a Lisboa pensando que a questão estava ultrapassada. 

No entanto, a administração mantinha, ainda segundo o mesmo jornal online, muitas críticas a Queiroz de Andrade, tendo efetivado o seu despedimento esta segunda-feira. Após a reunião anual, Dinis nunca mais foi ouvido pela administração relativamente a este assunto. . 

David Dinis assumiu o cargo de diretor do Público a 1 de outubro de 2016, substituindo Bárbara Reis. Antes, foi diretor do jornal online Observador entre 2014 e 2016 e também integrou, em 2016, a direção da TSF, até ingressar no jornal da Sonaecom. 


publicidade
Publicado por

Clica para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

também poderás gostar disto.

Televisão

Ação da série desenrola-se na fronteira entre a Bélgica e os Países Baixos

Televisão

Al Jazeera mantém-se, no entanto, nas restantes plataformas do serviço.

Em destaque

Ao todo, são três adições à grelha de canais disponível em mobilidade.

Em destaque

Acordo permitirá "a implementação de um serviço de bibliotecas públicas de qualidade no território"