Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o largo.

onde tudo acontece...

24.07.18

Porto Canal: Sindicato dos Jornalistas reúne-se com diretores


Bruno Fernandes

Twitter @FCPorto

 

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) reuniu-se na passada sexta-feira com os responsáveis do Porto Canal devido à reestruturação da estação controlada pelo FC Porto. Segundo um comunicado publicado no site oficial, o SJ diz que a reunião aconteceu a seu pedido. 

Manuel Tavares, diretor geral da FC Porto Media (proprietária da estação), e Júlio Magalhães, diretor de programação, confirmaram ao SJ, segundo o mesmo comunicado, que "foi feita e concluída uma reestruturação interna dos negócios de comunicação da FC Porto Media, nos quais se integra o Porto Canal".

Tavares referiu ao SJ que "o objetivo foi reduzir custos e, para isso, foi decidido separar o Porto Canal da estrutura global, em termos de orçamentos, recursos humanos e conteúdos". 

Com esta separação, os conteúdos desportivos ligados ao FC Porto serão produzidos pelo canal FC Porto TV, enquanto os generalistas são assegurados pelo Porto Canal. Tal como avançado anteriormente, os orçamentos e gestão de ambas as estações serão também separados, sendo a FC Porto passa a ter um orçamento de dois milhões de euros e o Porto Canal um orçamento de três milhões, verba que vem dos direitos de distribuição do Porto Canal por parte da Altice. 

Júlio Magalhães referiu ao SJ que o Porto Canal tem 22 jornalistas nos quadros da empresa e garantiu que "a continuidade do canal está assegurada, que a reestruturação está concluída e que não serão feitas mais reduções de pessoal". 

Afinal, dez dispensados passam para a FC Porto TV

A reestruturação levou à dispensa de vinte pessoas. O comunicado do SJ refere que a "redução do número de profissionais" acontece nas áreas de informação, produção e grafismo, para além do já anunciado encerramento das quatro delegações "por alegada falta de retorno publicitário". 

Quando questionado pelo SJ sobre a situação da dispensa dos profissionais, Manuel Tavares informa que, dos vinte dispensados, dez trabalhavam em conteúdos da atualidade desportivo do FC Porto e que transitam para a estrutura da FC Porto TV e com contratos efetivos. Os restantes dez não viram os seus contratos renovados ou viram cessada a prestação de serviços, ou seja, trabalhavam a recibos verdes. 

Não há esvaziamento de espaços informativos: é das férias! 

Tal como avançado pelo Largo na semana passada, vários espaços informativos estão suspensos. Os jornais ao fim-de-semana, o "Último Jornal", o "Jornal de Desporto", o magazine "Mundo Local" e, ainda, o "Jornal das 13" (último a ser suspenso), saíram da grelha no início do mês de julho, mantendo-se apenas o "Jornal Diário" apenas de segunda a sexta. No entanto, e ao contrário do que Ana Guedes Rodrigues referiu num email interno, citado pela edição online do Correio da Manhã, não há nenhuma suspensão devido à reestruturação em curso.

Ao SJ, Júlio Magalhães confirmou a redução do número de espaços informativos, justificando-a "com o período de férias, em que a redação dispõe de menos jornalistas". A redução dos espaços só foi maior este ano "porque coincidiu com a reestruturação interna, que levou à dispensa de pessoas". 

Recorde-se que, no início do mês, o Largo avançou que o Porto Canal planeava fechar várias delegações e que vários jornalistas já tinham sido mesmo dispensados. A confirmação veio alguns dias depois com Júlio Magalhães a confirmar o encerramento de quatro delegações

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
22.07.18

Cantora francesa faz versão de tema de Márcia


Bruno Fernandes

Facebook Louane/Direitos reservados

 

A cantora e atriz francesa Louane fez uma versão do tema "A Pele Que Há Em Mim (Quando O Dia Entardeceu)", um original de Márcia com a participação de JP Simões. 

Dizendo que foi "procurar as suas origens", a artista pop tentou cantar em português, sendo que o vídeo, publicado no sábado, já foi partilhado quer por emigrantes, quer por meios de comunicação portugueses em França. 

Louane é lusodescendente (Pinto dos Santos de apelido) e ficou conhecida em Portugal por ter sido protagonista do filme francês "A Família Bélier". Aquando o lançamento do filme (2015), em entrevista à Notícias Magazine, dizia sentir como a sua "casa porque a minha família está lá. Tenho boas memórias da minha infância, das temporadas que passo na zona de Aveiro. Metade da história da minha família foi construída em Portugal. O que é curioso é que tenho sangue polaco, brasileiro e alemão, mas as origens portuguesas são as que mais prezo… Sinto-me muito próxima de Portugal, ao contrário dos meus irmãos". Questionada se sentia capaz de cantar em português, a resposta foi positiva mas com uma ressalva: "não conheço muitas canções portuguesas"! 

Márcia ficou "lisonjeada" 

Por seu turno, Márcia também reagiu à versão de Louane. 

Na sua página de Facebook, a cantora protuguesa diz ter ficado "lisonjeada" pela versão da lusodescendente. "Ela diz no seu post que foi em busca das suas origens portuguesas. O que ela não sabe é que na origem desta canção está a minha experiência a viver em França", refere Márcia. 

"Engraçado como tudo está em constante rotação", conclui. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
21.07.18

Guimarães vive fim-de-semana de música em Convívio Internacional


helena margarida

Município de Guimarães

Austrália, China, Japão e França são alguns dos países representados por músicos na primeira edição dos Convívios Internacionais de Música de Guimarães.

O festival é internacional e abrange uma tripla vertente: Masterclasses de Violino, Concurso Internacional de Violino e Concertos no Paço dos Duques de Bragança, que conta com a presença de músicos internacionais e dos vencedores do concurso em vigor, com direção artística de Eliseu Silva e Marian Pivka.

Esta é a primeira edição dos Convívios Internacionais de Música de Guimarães e está a acontecer este fim-de-semana no Paço dos Duques de Bragança, numa organização do Convívio, Associação Recreativa e Cultural, com o apoio do Município de Guimarães e Paço dos Duques de Bragança.

Hoje, 21 de julho está prevista a realização de Masterclasses com Jacky Wong (piano, música de câmara, direção) e Yasuko Miyauchi (violino) na sede do Convívio. A Gala de Abertura está agendada para amanhã, dia 22 de julho, com Paris Deuxbut. No dia 23, segue-se o concerto com a participação de Jacky Wong (piano, Hong Kong), Gareth Szakos (piano, Austrália) e Yasuko Miyauchi (violino, Japão). No dia 24, está previsto a Gala de Encerramento com concerto dos laureados.

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
18.07.18

Colombo recebe exposição da World Press Cartoon


Bruno Fernandes

Sonae Sierra/Colombo/Direitos Reservados

 

O Centro Comercial Colombo, em Lisboa, acolhe até ao final do mês a exposição "Top 50 da World Press Cartoon" (WPC).

A mostra, que integra a 8.ª edição da "A Arte chegou ao Colombo", apresenta trabalhos das várias edições da WPC onde se inclui o cartoon vencedor do Grand Prix deste ano ("Liberdade de Expressão de Marilena Nardi (Itália)). 

"Na exposição “Top 50 da World Press Cartoon” estão representados publicações e autores de 27 países, de todos os continentes", refere o centro comercial em comunicado, descrevendo a exposição como "uma oportunidade para observar em todo o detalhe obras de elevada qualidade gráfica, através das quais autores de diversas culturas observam e criticam os temas e os protagonistas da atualidade, com caricaturas a Donald Trump para todos os gostos". 

As obras em exposição foram selecionadas pelo júri internacional da WPC de todas as que foram apresentadas a concurso. 

"Top 50 da World Press Cartoon" está patente até ao dia 31 de julho no piso 1 do centro comercial (rua Bartolomeu Dias), podendo ser visitada todos os dias no horário de funcionamento do Colombo (10h-24h). 

 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
18.07.18

Porto Canal: "Jornal das 13" suspenso devido à "reestruturação"


Bruno Fernandes

Twitter @FCPorto

Não é só na estrutura do Porto Canal que há mexidas. Depois do anúncio do encerramento de quatro delegações, a estação do FC Porto também mexeu na grelha da informação. 

Desde segunda-feira que o "Jornal das 13" não está na grelha do Porto Canal. É o último caso de uma série de programas informativos que foram suspensos e desapareceram da grelha.

Os jornais ao fim-de-semana, o "Último Jornal", o "Jornal de Desporto" e o magazine "Mundo Local" foram as vítimas de uma "reestruturação à qual o Porto Canal está sujeito", refere Ana Guedes Rodrigues, diretora de informação da estação, num email citado na edição online do Correio da Manhã. Todos estes programas estão suspensos desde o início do mês de julho. Neste momento, o canal só dispõe de um boletim noticioso (o "Jornal Diário") de segunda à sexta. 

O diário avança que a posição tomada por Guedes Rodrigues acontece depois da saída de 20 pessoas da estrutura, algo que não foi bem recebido na redação do canal. 

Recorde-se que, no início deste mês, o Largo avançou com a informação que o Porto Canal estava em processo de reestruturação e algumas delegações iriam encerrar. Já no início desta semana, Júlio Magalhães, diretor-geral da estação, confirmou o encerramento das delegações de Bragança, Guimarães, Viana do Castelo e Viseu com o facto de não ter havido um comprometimento do território "do ponto de vista de publicidade", algo que não aconteceu no concelhos em causa. "O Porto Canal está comprometido com o território, faz serviço público, dá relevância ao Norte do país como nenhum outro canal", frisou o responsável

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
16.07.18

Porto Canal fecha delegações para reduzir custos


Bruno Fernandes

Divulgação

 A notícia é do Jornal de Notícias mas confirma a informação avançada pelo Largo no início deste mês: o Porto Canal encerrou delegações a norte do país. 

Viseu, Arcos de Valdevez, Penafiel e Bragança foram os concelhos onde deixou de ter jornalistas. Júlio Magalhães, diretor do canal, referiu ao diário que "o Porto Canal está comprometido com o território, faz serviço público, dá relevância ao Norte do país como nenhum outro canal. Mas é preciso que o território esteja comprometido connosco também do ponto de vista de publicidade", facto que não aconteceu com estes quatro territórios. 

Afastando a ideia de desinvestimento, o também pivô do canal diz que "temos de cumprir orçamentos e fazer alguns ajustes". No entanto, frisa não ter havido despedimentos. "Houve gente que saiu para outros órgãos de comunicação social, porque nós somos uma boa escola, e houve prestadores de serviço, a recibo verde, com quem não renovámos", refere. 

No entanto, a equipa do Porto Canal irá ter sinergias com a webtv FC Porto TV. O projeto, que irá arrancar no útimo trimestre do ano, irá transmitir conteúdos associados aos "dragões" como jogos da equipa B, modalidades e dos escalões de formação, e estará acessível em todo o mundo, para além de conteúdos jornalísticos próprios.

"Não gastar mais do que se tem" parece ser o lema na estação do norte e que é controlada pelo FCPorto. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
publicidade

Pág. 1/4