we are social!

Hi, what are you looking for?

Sem categoria

Futebol: televisões rompem acordo

Este conteúdo tem 3 anos e poderá estar desatualizado.

 

RTP, SIC,TVI CMTV romperam um acordo para evitar excessos de discurso no futebol, avança a edição online do Correio da Manhã e outros títulos do grupo Cofina. 

O fim do acordo aconteceu depois da decisão editorial da SIC Notícias em transmitir na íntegra o discurso de Bruno de Carvalho, no sábado, dia 19, enquanto os outros canais (RTP 3, TVI 24 e CM TV) optaram por cortar a emissão e regressar quando fossem permitidas perguntas. 

Carlos Rodrigues, diretor executivo do Correio da Manhã e da CM TV, diz que o acordo “foi um momento importante de concertação e autorregulação, sobretudo em defesa dos profissionais que andam no terreno mas que, agora, infelizmente cessou”. Paulo Dentinho, diretor de informação da RTP, diz, por seu turno que o acordo deve ser recuperado pelos canis “porque com ele não ganha só o jornalismo mas também o país”. 

Ricardo Costa, diretor-geral de informação do grupo Impresa, e Sérgio Figueiredo, diretor de informação da TVI, não comentaram o caso ao jornal. 

Recorde-se que as direções de informação dos canais de televisão insurgiram-se, no passado mês de fevereiro, contra o bloqueio no acesso direto às fontes de informação. Num comunicado conjunto, os quatro diretores diziam que “RTP, SIC, TVI e CMTV exigem ter acesso às fontes oficiais de informação e aos protagonistas. E não aceitam funcionar como amplificador da comunicação disponibilizada pelos canais (televisivos ou electrónicos) oficiais dos clubes ou instituições”. Nesse mesmo mês, e após o discurso de Bruno de Carvalho pedindo aos sócios para boicotarem canais de televisão e jornais portugueses, RTP 3, SIC NotíciasTVI 24 não transmitiram em direto a conferência de imprensa de Jorge Jesus para antevisão do jogo Tondela vs. Sporting. 

Publicado por

Clica para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

também poderás gostar disto.

Televisão

Ação da série desenrola-se na fronteira entre a Bélgica e os Países Baixos

Televisão

Al Jazeera mantém-se, no entanto, nas restantes plataformas do serviço.

Em destaque

Ao todo, são três adições à grelha de canais disponível em mobilidade.

Em destaque

Acordo permitirá "a implementação de um serviço de bibliotecas públicas de qualidade no território"