Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o largo.

#informação #entretenimento #rádio

30.04.18

Eurovisão: "O Jardim" já tem vídeo oficial


Bruno Micael Fernandes

Direitos reservados

 

A música que vai representar Portugal na final da Eurovisão já tem videoclip oficial. 

Concebido por Isaura e Liliana Ramires, o vídeo de "O Jardim" é, segundo a Universal Music, uma visão muito pessoal da compositora da canção: "Precisamente há um ano despedi-me da pessoa mais bonita que conheci. Cuidava das flores e de todos com o peito meigo. Tive a oportunidade de fazer uma canção sobre as saudades que tenho da minha avó na esperança de retribuir um bocadinho do tanto que ela me deu", refere Isaura. 

O vídeo da atuação na final do Festival RTP da Canção conta com mais de 1 milhão e quinhentas mil visualizações. 

 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
29.04.18

“All Aboard” na Altice Arena a ensaiar para a Eurovisão


helena margarida

Direitos Reservados

Arrancaram este domingo, 29 de abril, os ensaios na Altice Arena para o Festival Eurovisão da Canção que, este ano, decorre pela primeira vez em Portugal. Serão 95 ensaios no total, “sem contar com os ‘stand in’ [ensaios de luz e de realização, com figurantes em vez dos concorrentes], que começaram durante a semana”, disse à Lusa fonte oficial da organização do concurso.

Os ensaios irão decorrer “todos os dias, ao longo do dia”, até à data de início do certame, a 12 de maio. Hoje foi a vez dos países que vão atuar na primeira parte da primeira semifinal, marcada para 08 de maio. Cada equipa fez dois ensaios para as semifinais.

A segunda semifinal está marcada para 10 de maio, e os países selecionados para a final participam em mais três ensaios, alguns dos quais (os que acontecem nos dias das semifinais e da final) fazem parte dos nove espetáculos abertos ao público, para os quais os bilhetes estão praticamente esgotados. Foram vendidos bilhetes em 88 países, para um total de cerca de 11.500 espectadores. A maioria desses foi vendida em Portugal (26,55%), seguindo-se Espanha (18,35%), Reino Unido (12,97%), Alemanha (7,62%) e Holanda (3,32%).

Esta lista inclui ainda outros países que participam no concurso, como a Austrália, a Ucrânia, França, Bélgica e Israel, mas também outros que não participam, como o Canadá, os Emirados Árabes Unidos, o Peru, a Coreia do Sul, o Vietname, a Venezuela ou o Brasil.

Já se sabe que quem não tiver bilhete para ver a final na Altice Arena, poderá assistir ao espetáculo na televisão. Este ano, a final será transmitida nos 43 países que participam no concurso e também nos Estados Unidos e China. A organização estima que a final tenha “um potencial de 200 milhões de telespectadores”.

Na RTP já está tudo a posto. O espetáculo será filmado por 19 câmaras, estando envolvidos três realizadores, dois portugueses e um dinamarquês.

O palco de todas as emoções, inspirado nos Descobrimentos e nos oceanos, foi desenhado pelo alemão Florian Wieder, responsável pelos palcos das edições de 2011, 2012, 2015 e 2017 do concurso.

A estrutura montada na Altice Arena inclui um palco com 460 metros quadrados, rodeado por uma ‘passerelle’ de 220 metros quadrados, que está ligada ao palco por duas pontes metálicas com doze metros cada uma. Há ainda a toda a volta do palco três círculos suspensos no teto.

Além dos concorrentes, vão atuar também na final o vencedor do ano passado, Salvador Sobral, acompanhado por Caetano Veloso, as fadistas Ana Moura e Mariza, a dupla Beatbombers, campeões mundiais de ‘scratch’, e o músico e produtor Branko.

A garantir que nada falha está mobilizada uma equipa composta por cerca de 900 pessoas, à qual se juntam 400 voluntários.

Pela Altice Arena irão andar ainda mais mil pessoas, das delegações dos 43 países a concurso.

A acompanhar o concurso estarão 1.670 jornalistas acreditados, de 80 países.

O concurso também andará pelo Terreiro do Paço, onde está montada a Eurovision Village, de entrada livre, com abertura marcada para o dia 04 de maio e encerramento a 12. Neste espaço será possível acompanhar os espetáculos num ecrã gigante, e assistir à atuação de várias bandas e artistas portugueses.

O Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia recebe a 6 de maio a cerimónia de abertura e a ‘blue carpet’, onde irão desfilar os 43 concorrentes.

O Festival Eurovisão da Canção é um formato da União Europeia de Radiodifusão que este ano é organizado em parceria com a RTP, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa.

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
27.04.18

"São Jorge" o filme português candidato aos Óscares para ver dia 1 de maio no TVCine 1


helena margarida

Divulgação

Quando Portugal caiu nas mãos da troika, Jorge ficou desempregado. Com mulher e filho para sustentar, os dias de Jorge tornaram-se cada vez mais negros e sombrios, até porque Susana ameaçava voltar para o Brasil com a criança.

Os duros também choram. Jorge é um pugilista mas consegue um novo trabalho, o de cobrador de dívidas, que o vai mergulhar num mundo de crime e violência. São Jorge (2017), de Marco Martins, é um retrato magoado da intervenção da troika em Portugal. Uma estreia a não perder a 1 de maio, terça-feira, às 21h30, no TVCine 1 e repetição dia 23 de maio, às 23h40, no TVCine 2.

 

Divulgação

São Jorge tem como protagonista Nuno Lopes que foi distinguido com o Prémio de Melhor Ator no Festival de Veneza e no Festival de Cinema de Macau, pelo papel de Jorge, neste filme. Também Marco Martins recebeu o Prémio de Melhor Realizador no Festival de Cinema de Macau.

Beatriz Batarda, Gonçalo Waddington e José Raposo nomes que também compõem o elenco deste filme português candidato aos Óscares.

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
26.04.18

Cuca Roseta leva «Luz» ao Centro de Congressos do Arade, Portimão


helena margarida

Divulgação

Chama-se Luz e é o novo disco de Cuca Roseta. Um disco arrebatador que mostra em pleno todo o talento e voz da fadista.

O título não engana e a capa também não. A Luz de que Cuca fala, pode ser lida facilmente como uma alusão à candeia que ilumina o seu caminho, a uma luz interior que lhe traz o conforto e a segurança suficientes para fazer deste álbum um novo momento de revelação, aquele que mais longe vai na definição daquele que é o seu fado.

Mais uma vez Cuca Roseta vai mais longe, sempre um passo à frente. Esse tem sido o caminho de revelação da fadista que o tem percorrido descobrindo-se e revelando-se plenamente, como intérprete, autora, compositora, letrista, mulher inteira no fado. E sempre disposta a buscar-se a cada novo disco, a cada nova oportunidade de se mostrar a um público.

Para cúmplices deste incrível trabalho escolheu artistas e compositores com quem tem partilhado a sua vida e outros que sempre admirou profundamente, que agora unem-se em canções maravilhosas. São eles Pedro da Silva Martins, Carolina Deslandes, Jorge Fernando, Tiago Machado, entre tantos outros. Para unir toda esta arte, escolheu Diogo Clemente para a produção.

Luz leva-nos para outra dimensão. Para um momento de felicidade de que não apetece sair. Podíamos ficar para sempre parados aqui, dentro deste disco, dentro destas canções e deixarmo-nos invadir pelo calor desta Luz que dá sentido aos dias.

Deixe-se iluminar dia 28 de abril, às 21h30, no Centro de Congressos do Arade, Portimão, pela “Luz” de Cuca Roseta.

Os bilhetes estão à venda na Bilheteira do Largo powered by BOL

 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
26.04.18

"Encontro Urban Sketchers” na Casa Manuel Teixeira Gomes em Portimão


helena margarida

Divulgação

Os desenhadores urbanos são conhecidos por ficarem horas no mesmo local, a absorverem os detalhes que escapam ao olhar desatento de quem por lá passa diariamente. Registam o seu trabalho no diário gráfico — é assim que se chama o caderno onde figuram os seus esboços, registando diferentes vivências do centro histórico.

E assim acontece o “Encontro Urban Sketchers”. A exposição está patente na Casa Manuel Teixeira Gomes até ao dia 30 de abril. Pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 17h00. A entrada é gratuita.

Esta mostra espelha 2 das 3 edições do Encontro Urban Sketchers Algarve em Portimão, 2017 e 2018 e enquadra-se no âmbito do programa de atividades do município ao nível da ARU- Centro Histórico de Portimão, que tem como objetivo manter viva a memória da cidade e fomentar o envolvimento e participação da comunidade no processo de reabilitação urbana.

Os Urban Sketchers Algarve são um coletivo de autores que desenham a região do Algarve em Portugal em diários gráficos, encontram-se para desenhar de vez em quando e respeitam o manifesto Urban Sketchers. São um dos grupos regionais que integram os Urban Sketchers Portugal, uma associação sem fins lucrativos formada no modelo da Associação Internacional Urban Sketchers.

Junta pessoas cuja grande paixão é desenhar e que transportam essa paixão para o seu quotidiano e para a sua vida. “Fazemos regularmente desenhos daquilo que observamos, promovemos e participamos em encontros e mostramos os nossos desenhos num blog, a que qualquer pessoa pode ter acesso, tanto para ver como para publicar”, explicam. O fundamento de tudo é “tornamo-nos mais observadores, evoluir nas nossas capacidades e registar as nossas memórias”. Os Urban Sketchers pretendem “que haja cada vez mais pessoas a fazer este tipo de desenho, independentemente da sua formação, do “ter jeito” ou do conseguir que “fique bem”. A prática ajuda a melhorar mas contribui, acima de tudo, para … sermos mais felizes!”

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
publicidade