Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o largo.

onde tudo acontece...

17.04.18

És Cultura 18? Então vais ter livre trânsito para espaços e iniciativas culturais


helena margarida

clem-onojeghuo-197522-unsplash.jpg

Se fazes 18 anos este ano, És Cultura!

Este projeto foi um dos vencedores do Orçamento Participativo Portugal 2017 a nível nacional e vai permitir acesso gratuito a vários espaços e eventos por todo o País a jovens residentes em Portugal nascidos no ano 2000.

Para terem acesso, basta “apresentarem o cartão de cidadão”. O "livre trânsito" será válido até abril de 2019.

O projeto “És Cultura18” foi apresentado ontem, 16 de abril, no Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa e representa uma “oferta cultural muito variada, muito heterogénea e muito completa”, explicou o secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado.

A lista dos eventos e equipamentos, “sob tutela do Ministério da Cultura e não só [como a Fundação Calouste Gulbenkian ou museus municipais]”, está disponível no site És.Cultura18.

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
17.04.18

Os melhores profissionais a roubar carros de luxo vão estar em exibição no TVCine 1


helena margarida

Divulgação

Para ladrão, ladrão e meio… ou neste caso, dois ladrões. Os irmãos Andrew e Garret Foster são profissionais no roubo de carros, mas desta vez erraram o alvo, quando intercetaram um Bugatti de 1937. O carro de luxo, avaliado em milhões de euros, pertence a Jacomo Morier, um senhor da droga de Marselha. Os dois irmãos são apanhados e para se salvarem vão ter de roubar, no prazo de uma semana, um Ferrari 250 GTO de 1962, nas mãos de Max Klemp, o grande rival de Morier.

OV_D13_U1_360_t.jpg

OV_D21_U1_080'.jpg

OV_D33_U1_460_SMALL'.jpg

 

 

 

 

 

 

 

Estarão os irmãos à altura neste “Overdrive – Os Profissionais” (2017), de Antonio Negret.

É para ver e descobrir o desfecho da história, dia 20 de abril, às 21h30, em estreia no TVCine 1. Para já fica o trailer.

 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
17.04.18

TVCine 2 apresenta Especial Documentários: Mudar o Mundo de 24 de abril a 26 de junho


helena margarida

Divulgação

Histórias de coragem, de sobrevivência, de apelo à mobilização, de combate à letargia e à resignação servem de argumento aos dez documentários sobre dez realidades do nosso mundo, oito ambientes que espelham a diversidade do planeta.

O Especial Documentários: Mudar o Mundo, passa no TVCine 2, de 24 de abril a 26 de junho, sempre às terças-feiras, às 22h00.

Divulgação

“Eu Sou Prova” (2017), de Trish Adlesic e Geeta Gandbhir, com o selo de qualidade da HBO é o primeiro documentário a ser exibido. Trata-se de uma investigação que revelou a existência, nos Estados Unidos, de dezenas de milhares de kits de recolha de vestígios biológicos para deteção de casos de violação que não foram verificados.

Divulgação

Segue-se “Sea Sorrow” (2017), de Vanessa Redgrave, com a participação de Emma Thompson e Ralph Fiennes. A estreia da atriz e ativista na realização aborda o tema dos refugiados que todos os anos atravessa o Mediterrâneo em busca de uma vida melhor na Europa. Vanessa Redgrave ficou chocada, tal como o mundo inteiro, quando viu as imagens de Aylan Kurdi, o menino sírio de três ano caído sem vida numa praia na Turquia, depois de o barco onde seguia se ter afundado no Mediterrâneo. À mente da atriz vieram instantaneamente as memórias de quando os seus pais tiveram que fugir com a família da Londres atacada pelos nazis na II Guerra Mundial.

Divulgação

“Caminha Comigo – Uma Viagem pela Atenção Plena com Thich Nhat Hanh” (2017), de Marc J. Francis, Max Pugh é outro dos documentários a ser exibido. O realizador conseguiu o acesso exclusivo a uma comunidade de monges budistas, guiados pelo mestre internacional e ativista pela paz Thich Nhat Hanh. Com a narração de Benedict Cumberbatch, Caminha Comigo – Uma Atenção Plena com Thich Nhat Hanh trata-se de uma viagem ao interior de cada um para que o ser se possa libertar dos grilhões da existência material.

Divulgação

Kristi Zea assina “Relatos da Vida Real” (2017). A história de Anna Deavere Smith, nomeada ao prémio Pulitzer, aborda a questão da juventude e da idade em que os jovens querem ter voz e uma voz que se ouça alto. Inconformada, desejosa de mudança, implacável com a injustiça.

Divulgação

“Bullying” (2011), de Lee Hirsch é um documentário que segue a vida de cinco adolescentes americanos vítimas de bullying diário na escola. Tyler Long foi insultado, maltratado e vítima de partidas de mau gosto até que se suicidou aos 17 anos. Alex Libby, com Síndroma de Asperger, tem 12 anos. A escola sabe, mas nada faz sobre o assunto. Kelby Johnson, já adolescente, assumiu-se como lésbica. Quase todos deixaram de lhe falar e passaram a ignorá-la. Ja’Meya Jackson tem 14 anos, é excelente aluna e faz parte da equipa de basquetebol. Cansada de ser insultada, um dia levou a arma da mãe para a escola. O bullying parou, mas a menina foi detida pela polícia. Esta é a história de cinco jovens americanos, num país com casos de bullying que ascendem a mais de dez milhões por ano.

Divulgação

Maio termina com “Mea Maxima Culpa: Silêncio na Casa do Senhor” (2012), de Alex Gibney. Quatro homens adultos, surdos, Terry Kohut, Gary Smith, Pat kuehn e Arthur Budzinskin, relatam-nos como foram abusados sexualmente na Escola Católica de St. Jonh para os surdos, no Wisconsin, na década de 1960. Crimes que continuaram ao longo de décadas. A investigação que revelou o escândalo chegou aos corredores do Vaticano, naturalmente aos ouvidos do Papa Bento XVI, mas nada foi feito.

Divulgação

Junho começa com “Deus fartou-se de Nós” (2006), de Christopher Dillon Quinn e Tommy Walker, narrado por Nicole Kidman. Esta é a história de John Bul Dau, Daniel Pach e Panther Bior, três homens sudaneses, e da fuga que tiveram que empreender durante anos, primeiro fugindo do Sudão rumo à Etiópia, depois da Etiópia até ao Quénia, finalmente com destino aos Estados Unidos. A pé, escaparam à guerra, à fome, à doença e à morte, numa demonstração de coragem, esperança, determinação e, por fim, vitória.

Divulgação

O Especial Documentários continua a 12 de junho com “A Caminho da Escola” (2013), de Pascal Plisson, que nos conta a odisseia diária de quatro crianças e da peripécia que é chegarem à escola. Em comum, o queniano Jackson, o argentino Carlito, a marroquina Zahira e o indiano Samuel têm a vontade de conhecer e saber mais.

Divugação

“Tsunami – Uma História de Voluntariado” (20017), de Alison Thompson, conta-nos a história de quatro voluntários no Sri Lanka, depois do tsunami de 2004, e de como aquele ano marcou para sempre as suas vidas.

Divulgação

O Especial Documentários: Mudar o Mundo termina a 26 de junho, com “Treblinka” (2016), de Sérgio Tréfaut. O filme é um relato poderoso de sobreviventes do Holocausto, rodado na sua totalidade a bordo de um comboio que atravessa o Leste da Europa no inverno, revisitando vários campos de concentração nazis.

 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
17.04.18

RTP: sede da estação alvo de buscas


Bruno Micael Fernandes

RTP

 

A sede da RTP, em Lisboa, está a ser alvo, esta terça-feira, de buscas por parte do Departamento de Ivestigação e Ação Penal (DIAP) de Évora, avança o Correio da Manhã

Segundo a edição online do jornal, há oito procuradores envolvidos nas buscas nos gabinetes da administração, sendo que um dos motivos apontados é uma investigação que remonta a 2012 sobre negócios com a Câmara Municipal de Santarém. Ao que indica, a autarquia escalabitana terá contribuído com cinco mil euros para "ajudas de produção" do programa "Justiça Cega", que foi transmitido em direto da localidade. O Expresso refere que Francisco Moita Flores era, para além de presidente da autarquia, comentador do programa e que as buscas têm a ver com contratos assinados entre a autarquia e a direção de informação da estação pública. 

O CM acrescenta que a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) já tinha levantado um processo de contra-ordenação à RTP por "ter omitido a identificação do patrocínio da empresa municipal Águas de Santarém em duas edições do programa "Justiça Cega", nas quais o então presidente da Câmara de Santarém participou como comentador remunerado."

Moita Flores já reagiu e garantiu ao CM que não foi contactado relativamente a esta investigação. À TVI, o escritor acrescentou que as buscas serão importantes. "Assim, verão o contrato que foi feito e tudo ficará esclarecido", disse. A RTP confirmou as buscas mas escusou-se a fazer mais comentários. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
17.04.18

S. Pedro toca "O Fim" no Musicbox Lisboa


Bruno Micael Fernandes

Divulgação

 

S. Pedro vai atuar a 28 de abril, no Musicbox Lisboa para apresentar na íntegra o disco de estreia "O Fim".

Segundo a promotora Leitura Tropical, este concerto representa o "o fim simbólico deste álbum". S. Pedro já está a gravar o sucessor deste disco, sendo que o lançamento do primeiro single está para breve. 

S. Pedro é o alter-ego de Pedro Pode, ex-doismileoito e que lançou em 2016 uma edição de autor de "O Fim". O álbum foi reeditado pela NorteSul em 2017. 

 

O concerto começa às 22h30 e os bilhetes estão disponíveis na Bilheteira do Largo powered by BOL por 8€ 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
publicidade
Banner billboard Saldos 2019