Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o largo.

onde tudo acontece...

07.02.18

Rádio Alfa sem festa anual


Bruno Micael Fernandes

Le Parisien/Direitos reservados

 

Pela primeira vez, ao fim de 29 anos, a Rádio Alfa, rádio portuguesa em França, não organizará a sua festa anual em junho.

Armando Lopes, presidente da Alfa, num comunicado publicado no Facebook, revela "tristeza" após "29 anos de festas anuais consecutivas que se transformaram ao longo dos tempos num acontecimento de referência das culturas portuguesa e lusófonas em França e na Europa" e agradece as "mensagens" e a "ajuda" nesta altura diíficil.

A decisão prende-se com a "conjuntura atual" da rádio.

"Durante todos estes anos, a Rádio Alfa apresentou ao vivo à Comunidade Portuguesa de França o que de melhor se produzia em Portugal e noutros países lusófonos. Mas fez mais do que isso: reuniu emigrantes e lusodescendentes em convívios extraordinários, ajudou a reforçar os laços entre todos e, num só dia, chegou várias vezes a reunir mais de 20 000 pessoas num ambiente emocionante de alegria e de grande fraternidade.", refere Armando Lopes.

A Rádio Alfa é a única rádio portuguesa na região parisiense, tendo comemorado, em 2017, 30 anos de emissões. Emite 24 horas por dia praticamente em português. Todas as semanas, mais de 450 mil ouvintes escutam a Alfa. A Festa da Rádio Alfa era descrita pelos media locais como "o principal ponto de encontro da comunidade".

Comunicado na íntegra

 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
06.02.18

Tony Carreira/CNM: Já não há acordo


Bruno Micael Fernandes

Facebook Tony Carreira/Direitos Reservados

O acordo entre a editora Companhia Nacional de Música (CNM) e Tony Carreira ficou sem efeito, avança a agência Lusa, citando o requerimento enviado pelo proprietário da editora ao Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa.

Segundo o documento, a CNM diz, através de Nuno Rodrigues, proprietário da editora, que "não contribuirá para qualquer acordo que possa frustrar a legítima expectativa da opinião pública ou evitar que o tribunal cumpra a sua inalienável obrigação de decidir".

Este requerimento é um novo capítulo desta disputa em relação a vários 11 temas de Tony Carreira que a CNM diz serem plágio: Depois De Ti Mais Nada, Sonhos De Menino, Se Acordo E Tu Não Estás, Adeus Até Um Dia, Esta Falta De Ti, Já Que Te Vais, Leva-me Ao Céu, Nas Horas Da Dor, O Anjo Que Era EuPor Ti e Porque É Que Vens são os temas alvo da acusação.

Um principio de acordo foi alcançado em novembro passado. No dia 27, as partes aceitaram uma suspensão provisória do processo durante quatro meses, um acordo proposto pela juíza doTIC de Lisboa. Esta suspensão era válida se Tony Carreira entregasse 10 mil euros à câmara municipal da Pampilhosa da Serra para apoio aos danos causados pelos incêndios, e outros 10 mil  euros à Associação das Vítimas do Incêndio de Pedrógrão Grande.

O outro arguido no processo, o compositor Ricardo Landumm teria que entregar dois mil euros a uma instituição particiular de solidariedade social à sua escolha.

A CNM, na altura, estava representada por um advogado e Nuno Rodrigues não estava presente. A editora teria 10 dias para aceitar este acordo por escrito, sendo que, caso todas as partes cumprissem o acordo, o caso não ia a julgamento.

Em início de dezembro, há uma nova alteração no processo: o advogado da CNM acaba por renunciar à procuração que lhe dava poderes de representação e o TIC concede à editora 20 dias para constituir um novo mandatário.

A 29 de janeiro, o novo advogado da CNM envia nova procuração ao TIC de Lisboa. A mesma indica que o mandatário "ratifica e subscreve" a posição assumida pela editora "a propósito da suspensão provisória do processo" enviada por Nuno Rodrigues e agora assume não aceitar o acordo de 27 de novembro.

Entretanto, ainda está pendente, no Tribunal da Relação de Lisboa, um recurso interposto pela defesa de Tony Carreira em que é pedido que a CNM deixe de ser assistente no processo.

Recorde-se que Tony Carreira foi acusado pelo Ministério Público de 11 crimes de plágio, depois de uma queixa-crime da CNM em que a editora dizia que o cantor "se dedica à usurpação e plágio de obras de outros autores pelo menos desde 2012".

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
05.02.18

FSM 2018: E o primeiro nome é...


Bruno Micael Fernandes

Divulgação

 

Foi numa conferência de imprensa que foi anunciado o primeiro nome para a Feira de São Mateus (FSM), a feira viseense que decorre de 9 de agosto a 16 de setembro.

A cantora Maria Rita é a primeira confirmação: a filha de Elis Regina sobe a palco no dia 25 de agosto e na bagagem traz o mais recente álbum Amor E Música.

Jorge Sobrado, vereador da cultura do município de Viseu e gestor da FSM, referiu que a cidade "receberá uma das estrelas maiores e mais singulares da música brasileira, num especial momento de relançamento internacional da artista". O vereador acrescentou que se espera "um espetáculo contagiante e memorável" com "uma casa cheia num concerto que será exclusivo para a região".

Já João Cotta, presidente da associação Viseu Marca, entidade organizadora da FSM, diz que a escolha é uma de dar "continuidade à aposta num reposicionamento da FSM como evento cultural de referência no país". 

Quanto à restante programação deste ano, ainda falta muito para desvendar mas Jorge Sobrado diz que "é diferenciadora, para todos os públicos e gostos, e atrativa para a comunidade local e emigrante, para visitantes e turistas nacionais e internacionais" e que "o cartaz está praticamente fechado para os 39 dias.

No ano passado, cumpriram-se 625 anos desta feira franca, sendo a mais antiga da península Ibérica. A FSM é um evento promovido pelo município de Viseu e com organização executiva da Viseu Marca.

 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
05.02.18

LoureShopping entra na folia carnavalesca


Bruno Micael Fernandes

Divulgação

 

Associando-se ao mote deste ano do carnaval da cidade, "Brinca na Folia", o LoureShopping, já entrou na festa.

Até ao dia 18 de fevereiro, o centro comercial quer aproximar-se "ainda mais da comunidade local", associando-se à tradição do munícipio. através de várias iniciativas.

Uma delas é uma exposição de fatos de Carnaval. Segundo o centro comercial, os fatos "fazem parte dos Corsos de Carnaval desta região do país.  A entrada na exposição é gratuita e está patente no piso I.

Há ainda lugar para um mini desfile carnavalesco que dará a conhecer "alguns dos trajes que irão integrar, este ano, o corso do Carnaval de Loures", sessões de pinturas faciais e modelagem de balões (11 e 13, 11h-13h e 14h-18h).

O Carnaval de Loures decorre de 10 a 14 de fevereiro com o corso (11 e 13 de fevereiro), baile (10 e 12) e o enterro (14 de fevereiro). Sob o mote "Brinca na Folia", o Carnaval de Loures "vai homenagear os portugueses e as danças tipicamente saloias".

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
05.02.18

Agir junta-se à Universal e lança single com Diogo Piçarra


Bruno Micael Fernandes

Divulgação

 

A Universal Music Portugal confirmou na tarde desta segunda-feira que Agir juntou-se à editora.

Num comunicado enviado às redações, a editora refere que "Agir é um nome incontornavel da múscia contemporânea nacional". "É, por isso, um orgulho confirmar que Agir junta-se agora à Universal Music Portugal", diz o comunicado.

Depois da edição dprimeiro álbum homónimo (2010, Vidisco) e de Leva-me A Sério (2015), para além da edição do EP Alma Gémea e da mixtape #agiriscoming, Agir conseguiu o disco Disco de Platina e entre 2016 e 2017 deu perto de cem concertos.

"A fusão única de sonoridades próprias do dancehall, do hip hop, da soul e da música pop conquistou plenamente o público português e levou Agir a sagrar-se vencedor não só do prémio Best Portuguese Act nos MTV European Music Awards de 2015, mas também a receber em 2016 o prémio de Melhor Intérprete Individual nos Globos de Ouro", esclarece ainda o comunicado.

Agir e Diogo Piçarra vão Até Ao Fim

A marcar esta nova união, Agir e Diogo Piçarra vão lançar um tema conjunto: tem como título Até Ao Fim e o vídeo será revelado "aos milhares de fãs de cada um dos músicos" já no próximo dia 09 de fevereiro. 

A editora promete que "Até Ao Fim é o início de um ano repleto de novidades de Agir". 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo.
publicidade
Banner billboard Saldos 2019

Pág. 5/5