Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o largo.

#informação #entretenimento #rádio

08.01.18

Já se sabe quem vai apresentar a Eurovisão. E são quatro!


Bruno Micael Fernandes

RTP/EBU/Eurovision

 

Catarina Furtado, Daniela Ruah, Filomena Cautela e Sílvia Alberto são as escolhidas para conduzir o Festival Eurovisão da Canção.

A escolha da RTP e da European Broadcasting Union (EBU) foi conhecida ao início da tarde desta segunda-feira. É a a primeira vez que o certame estará a cargo de quatro apresentadoras.

As quatro escolhidas foram reagindo ao anúncio ao longo da tarde. Catarina Furtado referiu ser uma "honra poder apresentar a 63ª Final do Festival Eurovisão da Canção" e, acrescentou estar "muito feliz" com a escolha da RTP. "4 mulheres em palco e atrás uma maravilhosa equipa da RTP que começou a trabalhar nesta emissão tão especial no momento em que o Salvador Sobral foi anunciado vencedor", referiu a apresentadora.

Já Daniela Ruah referiu, num vídeo publicado na sua página de Instagram que tem guardado a notícia "há meses". A atriz, que brilha na série Investigação Criminal: Los Angeles, diz, na sua declaração em português e inglês, estar "super contente por fazer parte deste projeto que vai ser um estrondo".

Filomena Cautela, partilhando o vídeo do anúncio das apresentadores do certame, disse estar "honrada e mega excitada". "Será evidentemente o maior evento que alguma vez fiz no meu caminho", confessa a apresentadora do 5 Para A Meia-Noite, aproveitando para agradecer a "todos os que ao longo destes meses foram mostrando a vontade que eu estivesse por lá".

Sílvia Alberto, por seu turno, reagiu dizendo estar "muito feliz. Viajei com a delegação portuguesa e vi o palco arrebatador do concurso mais antigo da Europa bem de perto a partir da cabine de locução. Sonhei com a vitória portuguesa." Agora, vai estar a conduzir a Eurovisão.

O festival vai decorrer em Lisboa nos dias 8, 10 e 12 de maio, na Altice Arena depois da vitória de Portugal com tema Amar Pelos Dois, interpretado por Salvador Sobral.

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
08.01.18

Biblioteca Municipal José Saramago acolhe Exposição Comemorativa do Centenário da Revolução de Outubro (1917-2017)


helena margarida
No âmbito das Comemorações do Centenário da Revolução de Outubro, a Biblioteca Municipal “José Saramago”, em Avis, tem patente até 4 de fevereiro, a Exposição “Centenário da Revolução de Outubro – Socialismo, Exigência da Atualidade e do Futuro”.
A mostra é constituída por 15 painéis que retratam e assinalam o Centenário da Revolução de Outubro (1917-2017), podendo ser visitada, no período de normal funcionamento da Biblioteca, de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, e ao sábado, entre as 15h00 e as 18h00, sempre com entrada livre.
estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
08.01.18

Nova escultura do parque da Odder Hojskole na Dinamarca tem a assinatura de Jovem artista de Ferreira do Zêzere


helena margarida
Samuel Silva, licenciado em escultura na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, tem uma escultura no Parque Odder Hojskol na Dinamarca. Uma interpretação do outono de 2017 e da vida na Odder Højskole onde fez uma residência artística, entre agosto e dezembro de 2017, na sequência de um intercâmbio promovido entre o município e aquela escola dinamarquesa.
O jovem trabalhou noite e dia para completar a escultura que é “como um poema e completamente aberto à interpretação. Cada vez que se move em torno das partes, novas formas são criadas para serem capturadas. Como momentos. Temos de capturá-los e nunca esquecer”, explica.
A peça final de arte tornar-se-á agora parte integrante de um parque de esculturas desenvolvido por jovens artistas de todo o mundo.
No próximo verão será a vez de jovens estudantes Dinamarqueses fazerem residência artística em Ferreira do Zêzere para o desenvolvimento de um documentário em vídeo sobre a Albufeira de Castelo do Bode e energias renováveis.
Samuel Silva, natural de Ferreira do Zêzere, é licenciado em escultura na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa (FBAUL). Ao longo do seu percurso académico trabalhou com os mais diversos materiais e realizou esculturas em gesso, cerâmica/barro, plástico/resina, pedra, madeira e metal. Posteriormente fez uma especialização em cerâmica, concluindo com sucesso o Curso de Técnico de Cerâmica Criativa no Centro de Formação Profissional para a Indústria Cerâmica(CENCAL), nas Caldas da Rainha. Depois deste curso, teve a oportunidade de trabalhar em vários locais e ambientes, mas sempre com duas premissas: criar e aprender! “Objetivo que considero ter sempre cumprido”, diz.
estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
08.01.18

IV Festival Internacional de Guitarra de Guimarães entra na rota de festivais europeus


helena margarida
Está a decorrer em Guimarães até ao dia 14 de janeiro a quarta edição do Festival Internacional de Guitarra (FIG). Para além dos concertos, masterclasses, conferências e concurso internacional de guitarra, este ano há uma novidade: a “Eurostrings Young Stars” cujo objetivo é promover guitarristas clássicos emergentes, bem como dar a oportunidade a jovens que queiram dar os primeiros acordes. “Geralmente, a oferta formativa neste tipo de eventos é fortemente centrada em estudantes do ensino artístico especializado. É nosso objetivo fugir à regra e atingir um público mais vasto, possibilitando a todos a sua primeira experiência com a guitarra”, refere o diretor artístico Nuno Cachada.A “Eurostrings” é a primeira plataforma europeia no setor de guitarra clássica que junta festivais promovidos nas mais diferentes latitudes. Esta nova componente no FIG vai permitir a solidificação da atividade formativa e abrir portas internacionais aos participantes do festival.Promovido pela Sociedade Musical de Guimarães - Conservatório de Guimarães, com o apoio do Município de Guimarães e do Programa Europa Criativa da União Europeia, o IV Festival Internacional de Guitarra de Guimarães decorre em vários espaços emblemáticos da cidade, nomeadamente no Conservatório de Guimarães, no Centro Cultural Vila Flor, na Plataforma das Artes e Criatividade, na Universidade de Minho e na Associação Comercial e Industrial de Guimarães.Todo o programa da IV edição do Festival Internacional de Guitarra de Guimarães pode ser consultado na página do evento.
estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
08.01.18

Mucho Flow e L’Agosto nomeados no “European Festival Awards”


helena margarida
Há dois eventos de música, apoiados pela Câmara Municipal de Guimarães, nomeados para festivais do ano. O “European Festival Awards” celebra os eventos ao vivo mais vibrantes do continente europeu, constituindo-se como um prémio amplamente reconhecido pela indústria, e acontece todos os anos em janeiro, na cidade de Groningen, na Holanda.
Mucho Flow está nomeado em duas categorias do European Festival Awards, Best Indoor Festival e Best Small Festival. L’Agosto está nomeado na categoria Best Small Festival do Iberian Festival Awards.
O Mucho Flow é um festival que tem vindo a consolidar-se no panorama musical nacional, através da aposta em nomes da cena musical independente que pautem pela inovação estética e artística. o L’Agosto é um festival urbano vimaranense.
A terceira edição deste prémio acontecerá em 15 de março de 2018, em Lisboa, no auditório do Fórum Lisboa, integrado do Talkfest – International Music Festivals Forum. O certame tem como objetivo a celebração dos melhores festivais do ano de 2017 em Portugal e Espanha.
estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
08.01.18

Espólio da Sinagoga de Tomar em exposição no Complexo da Levada


helena margarida
Já está aberta ao público no Complexo Cultural da Levada a exposição que integra parte do espólio da Sinagoga de Tomar enquanto decorrem as obras naquele monumento. A mostra está patente na sala multiusos do Complexo, acessível pela Central Eléctrica, de quarta-feira a domingo entre as 14 e as 17 horas, com entrada livre. Monumento nacional classificado desde 1921, o templo hebraico é um dos monumentos mais visitados de Tomar, pretendendo estas obras recuperá-lo e dar melhores condições para o fruir aos muitos milhares de pessoas que o procuram todos os anos.

[gallery type="slider" ids="83349,83350,83351,83352,83353" orderby="rand"]
estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
publicidade