Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

o largo.

#informação #entretenimento #rádio

08.09.17

Vodafone Paredes de Coura vence maratona de Festivais de Verão


helena margarida

Divulgação

 

Verão que é verão tem Festival de música e, em Portugal, os eventos multiplicam-se de norte a sul do país. A adesão do público tem sido enorme e nem a comunicação social fica indiferente a este fenómeno. Marcam presença com transmissões em direto, dedicam-lhes páginas inteiras e disponibilizam bytes de entrevistas “exclusivas”.

A Cision, líder global em serviços de media intelligence, também entra na “febre festivaleira” com uma análise da evolução do mediatismo dos diversos festivais de música realizados em Portugal, ao longo dos meses, até ao final do verão. Ou seja, o objeto de análise deste estudo são todas as notícias relativas aos diferentes festivais de verão, veiculadas no espaço editorial português, em mais de 2.000 meios de comunicação social, Televisão, Rádio, Imprensa e Online.

O Ranking que reflete o resultado de 1 a 31 de agosto de 2017 já foi divulgado e no primeiro lugar do pódio encontra-se o Vodafone Paredes de Coura. O festival foi mencionado em mais de mil notícias e conseguiu quase 24 horas de tempo de antena nas televisões nacionais. O Meo Sudoeste, que há 21 anos monta o palco na Herdade da Casa Branca, Zambujeira do Mar, surge em segundo lugar no Ranking com presença em 805 notícias e uma exposição superior a 21 horas na rádio e na televisão. O EDP Vilar de Mouros encerra o pódio contabilizando mais de 11 horas de presença na televisão e na rádio.

Com direito a presença no Ranking, mas sem lugar no pódio aparecem “O Sol da Caparica”, com mais 500 notícias e 10 horas de tempo de antena na televisão; e, já algo distante, o Festival “Bons Sons”, citado em mais 300 notícias e com pouco mais de uma hora e 20 minutos de presença em televisão e rádio. Por ordem decrescente, constam ainda deste ranking o NOS Alive, o NOS Primavera Sound, o Super Bock Super Rock, o EDP Cool Jazz, o Meo Marés Vivas, o Sumol Summer Fest e o RFM SOMNII.

Os festivais monitorizados pela Cision somaram 3.697 notícias no mês de agosto.

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
07.09.17

"A Caminho do 11 de Setembro" no canal História


Bruno Micael Fernandes

Direitos reservados

 

O canal História estreia uma minisérie sobre os atentados terroristas ao World Trade Center (WTC) e ao Pentágono: "A Caminho do 11 de Setembro" vai para o ar entre os dias 09 e 11 de setembro. 

Segundo a informação enviada pelo canal de televisão às redações, a minisérie "mergulha nas raízes históricas que culminaram nos atentados de 11 de setembro".

Ao longo dos três episódios, o espetador conhce "informações supreendentes" sobre os atentados como o facto de a al-Qaeda ter "um plnao secreto para assassinar o Presidnete Bill Clinton" ou "a história do arquiteto do WTC que, na década de 60 baseou o seu design em Meca".

"A História não acontece por acaso", reforça o canal.

Cada episódio da minisérie vai para o ar às 22h45. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
06.09.17

Títulos da Cofina vão trabalhar no mesmo espaço


Bruno Micael Fernandes

Filipa Couto/Correio da Manhã/Direitos Reservados

 

Correio da Manhã, CMTV, Record, Sábado e Jornal de Negócios vão partilhar o mesmo espaço, avançou o Expresso ao início desta tarde. 

Esta mudança e partilha de instalações não implica uma fusão de redações. Octávio Ribeiro disse ao semanário que "os jornalistas especializados de cada título continuarão a trabalhar, como sempre, para a sua marca", apesar de o jornal digital eco.pt referir que "está em cima da mesa" a colaboração editorial na área do online e a junção das direções dos projetos, algo que foi comunicado às redações esta terça.

Os jornalistas passarão, daqui a alguns dias, a trabalhar num open space, onde se concentrarão todas as redações dos projetos editoriais do grupo. A medida, segundo o diretor-geral editorial do grupo Cofina, visa permitir "maiores sinergias operacionais" e reduzir "custos na logística". "Esta é a primeira e mais estruturante medida no cumprimento da minha nova missão", diz Ribeiro. 

Esta quarta-feira já se iniciaram as obras para poder albergar este espaço. Segundo o site Dinheiro Vivo, as obras apanharam os funcionários de surpresa. 

Recorde-se que Octávio Ribeiro, até há pouco tempo diretor do Correio da Manhã e da CMTV, acumulou, em março, o cargo de publisher do grupo, sendo responsável editorial da Sábado, TVGuia, site Flash e, ainda, pelo jornal gratuito Destak. Para além disso, o próprio grupo está em reestruturação: em abril, cerca de 60 trabalhadores do grupo foram alvo de despedimento. O arranque do ano foi "dantesco" em matéria de receitas de publicidade e de circulação, segundo a administração do grupo com uma quebra de 69,3% de lucro, com um resultado líquido de 718 mil euros. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
06.09.17

Barcelos tem Festival da Sopa com fins solidários


Bruno Micael Fernandes

Município de Barcelos

 

As melhores sopas da região vão estar no "I Festival de Sopa" de Barcelos, já no próximo dia 9 de setembro.

Num organização do município barcelense, em parceira com a Casa de Saúde S.João de Deus que acolhe o festival, a iniciativa pretende determinar qual a melhor sopa do Festival. Para além disso, o festival está integrado nas celebrações dos 90 anos da Casa de Saúde, tendo fins solidários, sendo que o valor angariado reverte para o projeto "CuiDando", uma rede de apoio domiciliário a homens e mulheres com doença mental, residentes no concelho. 

O evento terá também animação musical com a Ronda Típica da Associação de Moradores do Bairro da Misericórdia (20h) e da Magistuna (22h). 

O bilhete tem um custo de 5€, sendo adquirido à entrada do evento, e inclui oferta da prova de todas as sopas, uma tigela, duas bebidas, um sonho e um café. As crianças até aos 11 anos terão entrada gratuita. O evento tem início a partir das 19h.  

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
06.09.17

Tape Face promete "silêncio com barulho"


Bruno Micael Fernandes

Direitos reservados

 

Tape Face tem estreia marcada para Portugal. Considerado por Simon Cowell como o "Charlie Chaplin dos tempos modernos", o artista estreia-se nos dias 25 e 26 de setembro no Teatro Tivoli BBVA.

Segundo o comunicado enviado às redações, "Tape Face é silêncio com barulho. Stand up sem conversa. Teatro sem palavras. É preciso ver para crer! (...) Desde sapatos que cantam, vestidos vazios que dançam, a fita adesiva que se transforma em rosas, Wills cria todo um mundo de possibilidades onde a única certeza do público é o riso", refere a promotora. 

Tape Face é um espetáculo de Sam Willis, um antigo artista de circo e de rua natural da Nova Zelândia. O espetáculo "The Boy With Tape On His Face", criado em 2008, teve sucesso imediato e colecionou diversos prémios. 

O espetáculo no Tivoli BBVA tem início às 21h30 e é para maiores 16 anos. 

estamos no facebook e no twitter.
visita também a bilheteira do largo. e torna-te patrono.
publicidade