we are social!

Hi, what are you looking for?

Concertos

Fim de semana de Manta nos jardins do Centro Cultural Vila Flor

Este conteúdo tem 4 anos e poderá estar desatualizado.

 

Lydia Ainsworth, Noiserv, Dead Combo e Lula Pena são os nomes que esta sexta e sábado, dias 01 e 02 de setembro, vão dizer adeus ao verão nos jardins do Centro Cultural Vila Flor (CCVF), em Guimarães.

 

O Manta vai já na 11ª edição e para este ano convidou artistas mais jovens “com caráter autoral forte, como o encantatório Noiserv e a eletrizante Lydia Ainsworth, a par de outros mais experientes, como a misteriosa Lula Pena e os carismáticos Dead Combo” deu a conhecer a organização.

 

Paulo Pacheco

 

Na sexta-feira, dia 01 de setembro, Lydia Ainsworth e Noiserv abrem o festival. O músico português sob a palco pelas 21h30 para apresentar o seu último trabalho, “00.00.00.00”. Neste disco o artista põe os relógios no zero para um momento diferente na sua já longa carreira, substituindo a “orquestra de sons” que o carateriza por simples notas do piano. David Santos, a pessoa por detrás do artista, descreveu este projeto como “a banda sonora para um filme que ainda não existe, mas que talvez um dia venha a existir”.

 

Por sua vez Lydia Ainsworth vai “eletrizar” o público da “cidade berço”. A cantora e compositora traz ao CCVF os temas do mais recente trabalho, “Darling of the Afterglow”, que se carateriza por uma sonoridade cativante que une a simplicidade à exuberância. Ao agregar a influência da sua formação musical clássica com estilos mais ecléticos e pop, Lydia cria uma assinatura muito própria, carimbada por uma elevada sofisticação estética.

 

No sábado, à mesma hora, o Manta apresenta Dead Combo e Lula Pena. A artista que nasceu em Portugal, mas tem a alma de uma mulher do mundo, imprime à sua música influências como blues, flamenco, chanson française, phado (como ela prefere chamar-lhe), bossa nova, entre outros. A cantora traz ao Manta o seu último disco, “Archivo Pittoresco”.

 

Os Dead Combo encerram o festival. Há dez anos estiveram na primeira edição do Manta, desta vez trazem consigo o baterista Alexandre Frazão para juntos interpretarem os temas do último álbum de Pedro Gonçalves e Tó Trips, “A Bunch of Meninos”. Um concerto onde se contam histórias através do dedilhar rebuscado nas cordas das guitarras. Uma música de encher a alma, poética, quase cinematográfica.

 

[slideshow]http://c9.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/G1301d71a/20617089_4c60N.jpeg,http://c3.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/G0c111932/20617090_7wzy3.jpeg,http://c7.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/G7c0510d8/20617091_IKW5Z.jpeg,http://c1.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/G4507c94c/20617093_vrRck.jpeg[/slideshow]

Quatro concertos em duas noites “no tapete verde do CCVF”. Os espetáculos têm hora marcada para as 21h30 e, como já é habitual, a entrada é livre.

O Manta marca também o (re)começo da celebração cultural que assinala uma nova temporada em Guimarães, num mês também marcado pelo assinalar do 12º aniversário do Centro Cultural Vila Flor.

Try Apple Music
Publicado por

Esta redatora é tímida e ainda não adicionou uma descrição.

também poderás gostar disto.

Televisão

Ação da série desenrola-se na fronteira entre a Bélgica e os Países Baixos

Televisão

Al Jazeera mantém-se, no entanto, nas restantes plataformas do serviço.

Em destaque

Ao todo, são três adições à grelha de canais disponível em mobilidade.

Em destaque

Acordo permitirá "a implementação de um serviço de bibliotecas públicas de qualidade no território"